Take a fresh look at your lifestyle.

Garotinho volta a ficar legível para concorrer a eleição

Veja como esta o andamento do processo atual contra Anthony Garotinho.

Rio de Janeiro, 5 de julho de 2022, por Priscila Lívia — Reviravolta na política do Rio de Janeiro! Mudança de última hora nas votações fazem com que Garotinho volta a ficar legível para concorrer a eleição de 2022, descubra no blog Diário prime quem foi o responsável e quais decisões previas isso anula.

Garotinho volta a ficar legível para concorrer a eleição

Anthony Garotinho, com nome verdadeiro Anthony William Matheus de Oliveira, é um radialista brasileiro e também político. Assim, ele foi os 58° governador do estado do Rio de Janeiro e também concorreu à presidência do Brasil no ano de 2002.

Além disso, ele é filiado ao partido União do Brasil (UNIÃO) e nasceu na cidade de Campos dos Goytacazes no dia 18 de abril do ano de 1960. Ademais, ele governou também como prefeito de Campos dos Goytacazes entres os anos de 1997 e 1998. Secretário de Segurança pública do Rio de Janeiro nos anos de 2003 e 2004, e também o Deputado Federal do país nos anos de 2011 a 2015.

Porque o Garotinho estava ilegível?

É importante entender os motivos que levaram a Anthony Garotinho ficar ilegível de maneira inicial. Desse modo, o político acusado nas eleições municipais de 2016, ter comprado votos da população, prática considerada crime no Brasil. Assim, no ano de 2021, o Tribunal Regional Eleitoral, aumentou a condenação de Anthony Garotinho para 13 anos e 9 meses de prisão além dele-se obrigado a pagar multas também.

Dessa maneira, os representantes da instituição, condenaram o político de forma unanime, por cometer os crimes: corrupção eleitoral, associação criminosa, além de suprimir os documentos que são de domínio público e também coagir o processo condenatório.

Outrossim, em sua cidade natal, Campos dos Goytacazes o político já havia sido condenado pela Justiça Eleitoral a pagar uma multa de 198 mil reais. Além de prisão por 9 anos e 11 meses. Por fim, devido as diretrizes da constituição do Brasil. Anthony Garotinho ficaria ilegível por cerca de 8 anos, ou seja, o político estaria proibido de se candidatar até o ano de 2029.

O que mudou?

Passado cerca de um ano após a condenação do réu, na última sexta-feira, dia primeiro de julho do ano de 2022, a situação mudou para Anthony Garotinho. Tudo começou quando Kassio Nunes Marques, Ministro do STF, mudou o seu voto a favor da proibição de tornar Garotinho elegível. Desse modo, o político que antes estava barrado das eleições até o ano de 2029. Se tornou, da noite para o dia, apto para concorrer as eleições de 2022.

Quais Ministros votaram?

Importante destacar a posição tomada por cada ministro. Assim, os ministros Lewandowski e Gilmar Mendes votaram a favor de Anthony Garotinho. Por outro lado, os ministros André Mendonça e Kassio Nunes Marques, tinham votado contra o réu. Contudo, a decisão do último mudou drasticamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.