Após polêmica sobre tatuagem íntima Anitta faz desabafo e pede ajuda: “vamo parar de falar do meu fi0fó”

Anitta foi ao Twitter desabafar e aproveito para pedir ajuda aos fãs e disse ainda que estaria fazendo sua parte

Poços de Caldas, terça-feira, 31 de maio, por Bruna Alves para o Diário Prime – Em suma, a popstar Anitta fez um apelo aos fãs. Então, em um post no Twitter, ela pediu que as pessoas deixem de comentar sobre sua tatuagem íntima. Desse modo, cantora quer que deem mais atenção a tragédia que está acontecendo em Pernambuco.

“Oh gente… vamo parar de falar do meu fiofó rapidão só pra um assunto aqui que eu acabei de ficar sabendo. Tá rolando uma tragédia no nordeste por causa das chuvas”, começou a artista. Contudo, Anitta aproveitou ainda para convidar os seguidores a contribuir com o possível para ajudar as pessoas desabrigadas e desalojadas por conta das tempestades.

Leia mais: Polemica envolvendo Maraisa: Cantor se retrata ao notar exposição negativa “Não vi maldade”

Por fim, na última atualização, Pernambuco contava quase 4 mil pessoas precisando de abrigo e já tinha confirmado 84 mortes. Aliás, dona do hit Envolver também avisou que fará a parte dela, mas não revelou que ação tomará. Ainda, em resposta ao desabafo de Anitta, os seguidores aproveitaram para divulgar campanhas que arrecadam doações para o estado.

Oh gente… vamo parar de falar do meu fiofó rapidao só pra um assunto aqui que eu acabei de ficar sabendo. Tá rolando uma tragédia no nordeste por causa das chuvas. Bora cada um procurar a melhor forma de ajudar. Vou agora fazer minha parte, bora lá, galera. Vai passar 🙏

— Anitta (@Anitta) May 30, 2022
 

Veja também: Recaída ou Reconciliação? Mirella e Dynho saem juntos após festa de aniversario
Anitta ironizou no twitter após polêmica envolvendo sua tatuagem íntima
Em suma, Anitta ironizou no Twitter após polêmica que começou com uma crítica do sertanejo Zé Neto à Lei Rouanet e envolveu sua tatuagem intima. “E eu pensando que estava só fazendo uma tatuagem no tororó”, ironizou a cantora.

Em síntese, Zé Neto falou mal de Anitta e se gabou de não depender da Lei Rouanet. “Nós somos artistas que não dependemos de Lei Rouanet. Nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou mal” expôs o cantor.

Assim, o discurso do parceiro de Cristiano aconteceu em um show que custou R$ 400 mil de verbas municipais de Sorriso (MT). Porém, a fala virou uma conversa sobre outra forma de incentivo menos discutida que a Lei Rouanet, os shows pagos por prefeituras do Brasil. Dessa forma, a indireta sobre a tatuagem de Anitta, além de ser foi massacrada por seguidores dela. Desse modo, em meio a briga entre fãs, os cachês com verbas públicas para eles e outros sertanejos foram questionadas.
Tatuador, Lucas Maffei, responsável por tatuagem íntima da cantora conta detalhes
Contudo, o responsável pela tattoo foi o gaúcho Lucas Maffei, que finalmente falou sobre o assunto, em papo com o jornal O Globo. Segundo o rapaz, na ocasião, Anitta realizou duas artes, uma delas não planejada. “A intenção era tatuar apenas a região genital, mas ela se empolgou e quis fazer algo no ân@s”, relatou o artista, que também acabou entregando o que foi eternizado na área íntima. “Achei bem inusitado. Escrevi a palavra love (amor, em inglês)”, comentou Lucas.

Ainda de acordo com Maffei, ele evitou falar sobre o assunto nas redes sociais ou explorar a situação para ganho pessoal, para preservar sua vida particular. No entanto, no bate-papo, ele detalhou tudo o que rolou na ocasião. Com isso, Anitta estava acompanhada de um amigo e pediu que o trabalho fosse feito em sua casa. “Botaram pilha e ela entrou na onda”, compartilhou Lucas.

Vista de Olinda (PE) - Reprodução Twitter Vista de Olinda (PE) – Reprodução Twitter

Confira ainda: Talento de Juliette causa polêmica: “Precisa amadurecer para se tornar cantora profissional”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies