Alergia à grama: veja 3 formas de ter um quintal verde sem alergias

Vargem Grande Paulista, 31 de maio de 2022, por Nayla Lima — Muitas pessoas sofrem com estímulos produzidos pelo pólen ou por fatores alergênicos das plantas. Por esse motivo, se você tem alergia à grama, saiba algumas dicas eficientes que podem te ajudar a desfrutar desta planta sem medo de espirros.

Então, siga as orientações do AgroNews, permitindo excelentes resultados contra a alergia à grama. Assim, a partir de algumas dicas, você conseguirá reduzir ou eliminar alergênios para o contato com gramado. Logo, você conseguirá ter momentos de descontração sem risco de apresentar desconfortos.

Leia mais: Como limpar guarda-roupa: passo a passo para deixar este item completamente pronto

Alergia à grama

Segundo as informações da Revista Crescer há pessoas cuja alergia à grama é tão grave que consegue causar até paralisia. Porém, geralmente este tipo de padecimento é apenas uma coceira na pele ou espirros, embora desconfortáveis não chegam a ser mortais. De qualquer forma, é fundamental que procure atendimento médico para entender melhor o grau do seu padecimento.

Alergia à grama, veja 3 formas de ter um quintal verde sem alergias (Foto: Canva Pro)
Alergia à grama, veja 3 formas de ter um quintal verde sem alergias (Foto: Canva Pro)

Entenda mais: Quer dar um up no jardim ou na decoração? Aprenda como plantar palmeira com um passo a passo simples

Escolha o melhor gramado

Em primeiro lugar, se está apenas começando e ainda não instalou um gramado, é fundamental que escolha aquele com menor teor de pólen. Normalmente,  erva-das-bermudas híbridas costuma ser uma espécie com grande quantidade de geração de alergias, porém há algumas versões tratadas que não desencadeiam alergias. Além desta opção o gramado de Búfalo é ótimo, pois tem apenas plantas fêmeas e sem flores ou pólen.

Horários para aproveitar

Ademais, se você não quer ter padecimentos ou sintomas é importante que se lembre de manter o gramado aparado, tendo no  máximo 5 a 7,5 centímetros de altura. Normalmente, este trabalho demanda um cuidado a cada três dias ou pelo menos uma vez pela semana. Além disso, saiba que a quantidade de pólen costuma ser pior no meio da manhã, conforme o sol atinge o seu pico. Portanto, aproveite o quintal durante os períodos do fim da tarde ou quanto mais cedo puder.

Corte ervas daninhas

Finalmente, para cuidar a alergia à grama saiba haver algumas ervas daninhas que crescem no gramado que são as principais causadoras de sintomas. Portanto, uma abordagem mais natural seria retirar manualmente ou desenraizar as ervas daninhas. Mantenha o seu relvado sem alergias fertilizado, forte e saudável para impedir o crescimento das mesmas, e você poder aproveitar o máximo possível sem desconforto.

Saiba mais: Acabe com o formigueiro no quintal de forma natural: saiba quais são os melhores produtos naturais para espantar as formiga

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies