Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Vacinação em Curitiba é mantida para quarta-feira segundo Greca

Com algumas cidades fazendo a antecipação da vacina, como São Paulo, que deu inicio ontem (17/01), muitas pessoas se animaram cada vez mais. No entanto, a capital do Paraná não irá seguir essa linha. Segundo o prefeito da cidade Rafael Greca, a vacinação em Curitiba será mantida para quarta-feira (20/01)

Ademais, você também pode gostar de:200 vagas de emprego foram abertas após inauguração de grande empresa em Curitiba

vacinação em Curitiba
De fato a vacinação em Curitiba tem trago muita esperança. (Imagem: Freepik)

Então, mesmo com a chegada antecipada da vacina do laboratório Sinovac. Feita em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Os planos do prefeito para o início da aplicação das doses na cidade não foram alterados.

Vacinação em Curitiba se inicia na quarta-feira

Pois bem, do total de doses encaminhadas  ao Paraná, Curitiba irá ficar com 24.440. A data escolhida bate com o dia de São Sebastião, o santo protetor da cristandade contra as pestes.

De acordo com informações da secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. A capital está recebendo orientações sobre a aplicação da vacina. A secretária também afirmou que essas orientações estão sendo seguidas rigorosamente.

Entretanto, Márcia não deixou de ressaltar que mesmo com a vacina, as medidas de segurança ainda devem ser seguidas. Afinal, levará um certo tempo até que todos os cidadãos estejam  vacinados. Ou seja, ainda há muito risco de contágio e é preciso ter cautela.

Segundo a  mesma, é necessário de ter 60 a 70% de cobertura da população para ir sim poder liberar algumas medidas de precaução. Mas por hora, segue a necessidade do uso de máscara e os protocolos de higiene e distanciamento social.

Então, o Paraná irá receber ao todo 126.481 doses da vacina. Sendo que 102.959 serão para os grupos prioritários. 10.816 para índios, 12.224 para idosos maiores de 60 anos. Por fim, serão 482 para pessoas com deficiência em instituições.

Como já citamos anteriormente, a vacinação em Curitiba irá se iniciar apenas na quarta-feira (20/01). No entanto, o Ministério da Saúde liberou para os municípios a antecipação da vacina se possível.

Portanto, leia também em nosso blog: Guarda Municipal também multará quem descumprir as regras de prevenção da pandemia

Grupo prioritário

De acordo com o prefeito, o grupo prioritário segue sendo os profissionais da saúde da linha de frente de combate da covid-19. Logo em seguida, os idosos que estão com os seus cuidadores em instituições de longa permanência. Na sequência os nossos indígenas aldeados no Campo de Santana.

Em  entrevista, o prefeito comenta sobre o plano de imunização. “A partir daí seguiremos os grupos prioritários conforme o plano nacional e Municipal de imunização. A serenidade é o começo da cura, cidade inteligente que é, Curitiba saberá consultar o aplicativo e com ordem e com muita urbanidade procurar a imunização. Não vamos fazer nada que intensifique a pandemia nesta reta final”.

Tanto o prefeito quanto a secretária seguem solicitando muita atenção aos cuidados. Pois mesmo com a vacinação em Curitiba se iniciando, o vírus continua entre nós. Com isso, a bandeira laranja deve seguir por um bom tempo na capital.

Então, continue lendo em nosso blog: Bruno Reis e Rui Costa se dizem preparados para vacinação contra Covid-19.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.