Top Stores

- Publicidade -

Motorista de aplicativo na mira dos bandidos: ondas de assaltos estão sendo combatidas na capital mineira

A polícia prendeu o suspeito de ter cometido uma série de assaltos em vários pontos de Belo Horizonte

Top Stories Futebol ao vivo: Internacional x RB Bragantino hoje ao vivo, saiba onde ver a partida online e na tv

Não é de hoje que a criminalidade em Belo Horizonte atinge o motorista de aplicativo. Mas a PM (Polícia Militar) está trabalhando nas ações de combate a esse tipo de crime. Essa semana, um suspeito foi preso, acusado de uma série de assaltos aos motoristas na capital mineira.

Portanto, leia mais: Violência contra motorista de aplicativo será combatida com plano conjunto em Minas Gerais

Montou-se uma operação devido a tantas ocorrências que estavam sendo registradas na semana
Montou-se uma operação devido a tantas ocorrências que estavam sendo registradas na semana – Foto: Polícia Militar

Duas vítimas reconheceram o homem. Ao que parece, ele vem roubando motorista de aplicativo indiscriminadamente desde o dia 25 de janeiro.

Operação da Polícia Militar combate os crimes contra motorista de aplicativo

Na noite de quarta (28/01) os militares detiveram um indivíduo suspeito de estar envolvido a uma onda de assaltos na Grande BH. A PM surpreendeu o homem, que tem 28 anos, quando este estava prestes a fazer outra vítima.

Segundo informações da polícia, Jardel Gonçalves Junior assaltava ao se passar por usuário do aplicativo. Antes de ser pego, por exemplo, ele solicitou um motorista em frente ao shopping de Venda Nova, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Felipe Costa, que tem 26 anos, parou seu veículo no local combinado e o suspeito entrou. A vítima relatou para os militares que, de acordo com a corrida, eles iriam para a Região Noroeste da cidade.

Quando chegaram ao destino, o motorista de aplicativo se surpreendeu com Jardel anunciando o assalto. De acordo com a vítima, o assaltante pediu o celular, bem como a carteira dele.

Ademais, confira mais: Motorista foi esfaqueado enquanto trabalhava na capital mineira

Depois disso, ordenou que Felipe saísse do veículo. Assim, o criminoso acabou fugindo com o carro, um Gol, sem identificação de cor.

O motorista procurou ajuda para registrar um BO. Ele procurou uma base policial, denunciando o crime. Com a descrição física do suspeito, os militares puderam sair em busca do homem. Dessa forma, como o carro também tinha rastreador, ficou mais fácil para a PM ir atrás do criminoso.

A polícia encontrou o Gol abandonado perto da Pedreira Prado Lopes, Região Oeste da capital. Mas, imediatamente, surgiu outra ocorrência.

O criminoso fez nova solicitação de corrida na tentativa de vitimar outro motorista de aplicativo. Contudo, a PM só o localizou e identificou porque foi preparada uma operação de combate à criminalidade em Belo Horizonte, mais especificamente no Coração Eucarístico.

O desfecho do caso

Montou-se a operação devido a tantas ocorrências que estavam sendo registradas na semana. Era o mesmo modus operandi e, provavelmente, o mesmo homem.

De acordo com informações da Polícia Militar, um carro suspeito se aproximou do cerco na blitz. Os militares, então, pediram para que o motorista do Onix cor prata parasse no acostamento.

Lucas Lima, que tem 26 anos, quase foi mais uma vitima de Jardel. Ele parou e se identificou para os policiais que, em seguida, abordaram o passageiro.

O suspeito saiu do carro, entregou um saco para os militares e tentou se evadir do local correndo. A polícia o prendeu alguns metros mais à frente.

Encontrou-se no saco os pertences de uma das vítimas, Felipe. Além disso, estava la dentro também uma réplica de arma.

O criminoso foi conduzido a fim de prestar depoimento na delegacia. Lá as vítimas recentes o reconheceram e, com isso, a PM descobriu várias outras ocorrências parecidas.

A PM recuperou o automóvel Gol do motorista de aplicativo. Encaminhou-se o carro, como de praxe, para um pátio do órgão competente, o Detran. Já o Onix teve a liberação imediata.

Conquanto, veja também: Retirada de órgãos ilegal tem punição mais de 20 anos depois em Minas…

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...