38 prints desmente Manuela D’Ávila que conversou com hacker por 9 dias diz Polícia Federal

Manuela D’Ávila certamente não esta tendo boas noites de sono, desde do episódio que a envolve com o hacker Walter Delgatti Neto muita coisa esta saindo debaixo do tapete. Ela quando teve seu nome envolvido mentiu para a polícia ao afirma que apenas passou o contato de Greenwald para o hacker.

Porém a investigação da Polícia Federal foi além e descobriu que Manuela D’Ávila manteve contato como hacker em conversar por aplicativo de mensagens por nove dias, do dia 12 ao dia 20 de maio deste ano.

O Hacker teria invadido o aplicativo de mensagem Telegram e sequestrado conversas de várias pessoas importantes no meio político, inclusive do ministro Sérgio Moro.

Não há para onde Manu escapar, são pelo menos 38 prints de conversa entre ela e o tal hacker, a defesa dela já esta no caso e organizou as mensagens em ordem.

Numa delas, o hacker diz que quer “Justiça, não dinheiro”. “Desculpa eu entrar no seu Telegram, foi um mal necessário”, afirmou Vermelho, acrescentando o fato de ter, segundo ele, “oito teras de coisa errada”.

Em outra conversa, Manuela afirma que Greenwald era a “melhor pessoa” para o hacker ter repassado o conteúdo roubado.

Com informações: O Antagonista

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies