80% do lixo do Rock in Rio deve ser reciclado

0
66
FOTO: Brenno Carv_Agencia O Globo

Todo o lixo no Rock in Rio que foi produzido no primeiro final de semana na Cidade do Rock, somou um total de 162,2 toneladas. O consumo e descarte desses resíduos é o resultado de apenas três dias de evento no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro.

Por outro lado, de acordo com a empresa que fornece o serviço de recolhimento do lixo coletado neste período, 80% do material deve ser reciclável. Se comparado com toda a edição passada do Rock in Rio, em 2017, foram recolhidas 15 toneladas a menos nos primeiros três dias desta edição.

FOTO: Brenno Carv Agencia O Globo

Destino do lixo no Rock in Rio

A tarefa de catar o lixo depois de cada apresentação no festival é dividida entre 1300 profissionais que atuaram na limpeza do evento.

De acordo com a empresa responsável pela coleta, o material que puder ser reaproveitado será encaminhado para cooperativas especializadas.

Em contrapartida, o lixo orgânico será direcionado para as unidades de transformação destes resíduos em energia, gerando o biogás.

Fiscalização do lado de fora

Vale lembrar que a prefeitura da cidade atuou do lado de fora do festival fiscalizando infrações cometidas pelo público.

Entre as irregularidades combatidas o descarte irregular de resíduos e danos ao patrimônio público são as principais.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here