Take a fresh look at your lifestyle.

Rio de Janeiro ganha mais unidades de proteção de espaços verdes.

Zona oeste é beneficiada com áreas de proteção

Rio de Janeiro, 15 de julho de 2022, por Priscila Lívia — Um assunto muito importante para os cariocas e que envolve o meio ambiente. Veja no blog Diário prime que Rio de Janeiro ganha mais unidades de proteção de espaços verdes. Afim de recuperar áreas por todo o estado que foram degradadas ao longo dos tempos.

Rio de Janeiro ganha mais unidades de proteção verdes

Nos últimos anos entre 2012 e 2021 o Rio de Janeiro vem tendo grandes avanços voltados para a área ambiental. Nesses nove anos o estado ganhou cerca de 135 mil hectares de áreas para serem protegidas, áreas que são muito importantes para permanência de alguns tipos de aves.

Uma excelente nova notícia é que isso irá aumentar e agora o rio ganhou uma nova área de preservação ambiental. A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que a nova área será na zona oeste da cidade. Localizado nas serras de Cantagalo, Eugenia e Inhoaiba.

Com o aumento dessas áreas de conservação ano após ano, o Rio vem dando grandes passos na recuperação e equilíbrio ambiental do estado. A prefeitura afirma que não é fácil e o caminho será longo, contudo alega ter ciência de estar no caminho certo.

As áreas sendo escolhidas de acordo com a prioridade de recuperação do ambiente e de acordo com que vá favorecer uma continuidade do projeto. Então vale destacar que todas as áreas sendo fiscalizadas periodicamente.

Área de conservação

A nova área determinada pela prefeitura e de grande extensão. Pois possui aproximadamente um perímetro de 41,45 quilômetros e 2.229 hectares. Área que já recebeu e continuará recebendo mudas de floresta nativa.

Assim a intenção do programa amenizar todos os impactos causados a natureza durante todos esses anos. Enfim poder recuperar tudo que for possível da fauna e flora local, além de auxiliar na conservação de recursos hídricos dessas áreas.

Um trabalho para todos

Por fim, a prefeitura menciona que dará grande atenção para a conscientização da população sobre a importância das áreas determinadas para conservação. Complementa ainda que não será eficaz realizar replantio, introdução de animais nos locais e a sociedade não praticar o seu papel de manter as áreas conservadas. A sociedade deve se conscientizar.

Palavras do secretário municipal do Meio Ambiente da cidade, Lucas Vosgrau Padilla

“A criação da APA das Serras de Inhoaíba, Cantagalo e Santa Eugênia responde aos desafios de promover a ocupação racional do solo, conservar a biodiversidade da Mata Atlântica e desenvolver os recursos naturais de forma sustentável. Esta nova unidade de conservação reafirma o compromisso da prefeitura com a defesa do Meio Ambiente e o desenvolvimento urbano sustentável”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.