Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Briga no trânsito terminou em morte em Contagem e dois suspeitos são indiciados

Motorista morreu depois de brigar com ocupantes de outro veículo

Uma briga no trânsito terminou em morte na Av. João César, em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Dois homens são suspeitos de terem atirado em motorista em outubro do ano passado. O indiciamento aconteceu essa semana.

Ademais, leia também: Criança Engasgou E Foi Parar No CTI Em Montes Claros

Ademais, cerca de 40 dias depois, agentes da Polícia Civil localizaram os suspeitos
Ademais, cerca de 40 dias depois, agentes da Polícia Civil localizaram os suspeitos – Foto: Polícia Civil de Minas Gerais

Os homens só foram encontrados aproximadamente 40 dias após o ocorrido. Eles foram ouvidos pela polícia, mas liberados. A briga no trânsito terminou em morte, entretanto, os suspeitos não apresentaram os requisitos legais precisos para que a prisão fosse decretada, segundo a justiça.

Briga no trânsito terminou em morte por imprudência e impaciência

O indiciamento dos homens suspeitos do crime aconteceu na sexta (15/01). O homicídio se deu após discussão em uma das principais avenidas de Contagem.

De acordo com informações da Polícia Civil, o crime aconteceu na madrugada de 04/10/2020. Os suspeitos, sendo imprudentes na direção do carro por várias vezes, atiraram no motorista de outro veículo.

Os outros ocupantes do carro atingido, uma família parada no sinal vermelho, não sofreram nenhum ferimento. O motorista, no entanto, acabou sendo baleado e morto no local.

A sequência de imprudências os levou a ter que frear bruscamente para não atingir a traseira do automóvel à frente. Emerson Crispim, delegado que coordena a investigação, disse que os suspeitos, com isso, acabaram discutindo com a vítima.

Em seguida, pararam ao lado do carro da família, disparando dois tiros. Por pouco, os disparos não atingiram a filha pequena e a mulher do motorista.

Portanto, confira essa matéria: Festa Do Jacaré: Buffet De Belo Horizonte Vende Kit Em…

O primeiro disparo acertou a porta de trás, sendo que o segundo atravessou fatalmente o corpo da vítima. Os dois homens acabaram fugindo do local.

Suspeitos liberados após depoimento

Cerca de 40 dias depois, agentes da Polícia Civil localizaram os suspeitos. Assim, conduziram-nos até a delegacia, onde prestaram depoimento.

Emerson explicou que o fato de não apresentarem os requisitos legais suficientes para uma prisão, está relacionado com os homens terem cooperado com as investigações. A legislação estabelece os elementos de uma prisão. A polícia, no caso, não conseguiu reunir todos eles.

Não havia ameaças, negação da culpa ou até mesmo dificuldade na identificação. Dada a intimação, dirigiram-se às autoridades sem maiores problemas para prestar esclarecimentos.

Os acusados não distraíram ou fugiram da polícia quando localizados. Dessa forma, um pedido para prisão de ambos era inconcebível.

Um dos homens confessou ter atirado no motorista. Mas, o outro, dono do carro, alegou apenas acompanhar o amigo. Eles haviam ingerido drogas e bebidas alcoólicas na noite do crime.

Os acusados já possuem passagem pela polícia por porte ilegal, tráfico e corrupção de menores. O indiciamento é pelo homicídio qualificado com motivo fútil.

A briga no trânsito terminou em morte, mas terá ainda o agravante da impossibilidade de defesa da vítima. Entretanto, o julgamento será aguardado em liberdade.

De igual modo, talvez se interesse por: Corpos Incendiados Dentro De Um Carro Na Região…

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.