Top Stores

- Publicidade -

Suspeito de matar pai de Rico Melquíades de A Fazenda é preso

O crime ocorreu há 4 anos em Maceió

Top Stories Como cultivar jabuticaba do caroço: aprenda técnicas para fazer da forma correta

Na tarde de terça-feira (26) ocorreu em Garanhuns, Pernambuco, a prisão do suspeito de matar o pai de Rico Melquíades, participante de A Fazenda 13. A informação da prisão só chegou às redes sociais hoje (27). O crime ocorreu em julho de 2017, em Maceió.

O pai de Rico Melquíades, Manuel Araújo Santiago, tinha 54 anos quando foi assassinado por um rapaz. O criminoso era menor de idade e fugiu. 

À primeira vista, a participação do humorista no programa ajudou na prisão do suspeito. Recentemente, Rico comentou com os colegas de A Fazenda sobre o crime. Então, uma onda de denúncias do público se formou e a apreensão foi possível. 

O delegado de Polícia Civil Fábio Costa está atuando na prisão do suspeito. Ele explicou como a comunicação dos telespectadores pode ter ajudado.

“Começamos a receber várias denúncias de onde ele poderia estar. Ficamos no encalço das informações e conseguimos efetuar a prisão”.

Veja também: Gil do Vigor está multimilionário, entenda

Entenda o crime que vitimou o pai de Rico Melquíades

O pai de Rico Melquíades era um policial militar reformado. Na época do assassinato, ele tinha um relacionamento com a mãe do suspeito, que se chama Lucas Eduardo dos Santos Silva. 

Porém, o rapaz não aprovava o caso de Manuel com sua mãe. Além disso, Lucas tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

Fábio Costa comentou também que por várias vezes houve desentendimentos entre os dois homens.

“Ele já havia ameaçado Manuel Araújo inúmeras vezes, até que concretizou as ameaças de morte”.

Leia ainda: Morre Gilberto Braga, um dos maiores autores de novela do Brasil

Rico não tinha uma boa relação com o pai

Apesar de lamentar a morte do pai, Rico Melquíades não tinha uma boa relação com Manuel. 

O humorista e influenciador digital, que já se meteu em algumas ‘tretas’ dentro do reality, tinha uma relação conturbada com o progenitor.

De acordo com Rico, o pai tinha um comportamento reprovável com ele e os outros filhos.

“Ele chegava em casa, batia na minha mãe, desligava a energia para gente ficar no escuro quando chegava bêbado, aumentava o som para gente não dormir”.

Já a mãe de Rico Melquíades, Poder Melquíades, foi às redes sociais agradecer a atuação da polícia. Segundo ela, a justiça finalmente foi feita.

“Foi uma tragédia no tempo. Abalou muito a meus filhos e a mim. Hoje a Justiça foi feita”.

 

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...