Top Stores

- Publicidade -

Morre Gilberto Braga, um dos maiores autores de novela do Brasil

Ele sofria do Mal de Alzheimer e tinha 75 anos

Top Stories Suco de goiaba com limão para imunidade: refrescante e nutritivo, faça em apenas 10 minutos

Morreu ontem (26), no Rio de Janeiro, o consagrado autor de novelas Gilberto Braga. Ele tinha 75 anos e enfrentava complicações decorrentes do Mal de Alzheimer. Sofria também de uma infecção sistêmica devido a uma perfuração no esôfago.

A carreira de Gilberto Braga foi marcada pela autoria de obras que impactaram o Brasil. Ele foi o primeiro autor brasileiro formado para a televisão. Assim, Gilberto nunca escreveu para o teatro.

O início da carreira de Gilberto Braga

Gilberto Braga nasceu no Rio de Janeiro em 1 de novembro de 1945. Ele se formou em Letras. Depois se tornou professor de francês. Em seguida, começou a carreira como crítico de teatro e cinema.

Mais tarde, em 1973, iniciou suas atividades como autor de televisão. Começou com dois casos especiais: As Praias Desertas e Feliz na Ilusão. No ano seguinte, em parceria com  Lauro César Muniz, dividiu a autoria da novela Corrida do Ouro.

Todavia, o maior sucesso nos anos 70 de Gilberto Braga foi a novela Escrava Isaura. Durante muito tempo, essa foi a novela mais vendida de todos os tempos. Também, foi a obra  responsável pela fama da atriz Lucélia Santos.

Leia também:  Zé Neto x Luisa Mell: barraco, lacração mal feita, mentiras, processo e indenização, entenda

Nos anos 80, temas polêmicos e mais sucessos

Também no fim dos anos 70, Gilberto Braga escreveu Dancin’ Days. A novela, com o tema da discoteca, alcançou um êxito enorme. Acabou reexibida em 1980. Sua trilha sonora vendeu um milhão e meio de cópias.

Na novela Brilhante, em 1981, o autor colocou em discussão o tema da homossexualidade masculina. Já Corpo a Corpo, de 1984, foi inspirada no mito de Fausto. A trama debatia o racismo e não foi bem aceita pelo grande público.

Porém, o sucesso mais reverberante do autor foi provavelmente Vale Tudo, de 1988. A pergunta “Quem matou Odete Roitman?” (Beatriz Segall), parou o Brasil. O último capítulo da novela teve a maior audiência já registrada. No total, 86% dos televisores estavam sintonizados na Globo, que exibia a trama.

Você viu? Paulo Gustavo ganha dia especial no Rio de Janeiro em sua homenagem

Novelas contemporâneas e minisséries

Gilberto Braga colaborou ainda como Sílvio de Abreu em alguns capítulos no grande sucesso Rainha da Sucata (1990). 

Logo depois, foi ao ar Anos Rebeldes, sua minissérie sobre os tempos da ditadura no Brasil. Outra série de grande êxito foi Labirinto, de 1998, uma trama de investigação policial.

Em seguida, em 2003, escreveu um dos seus maiores sucessos recentes, a novela Celebridade. A história apresentou cenas fortes. A trama rendeu à atriz Cláudia Abreu muitos elogios por sua atuação.

Por fim, em 2015, escreveu sua última novela, Babilônia. A produção discutia, novamente, temas polêmicos, como a homossexualidade e o racismo. A trama chegou a sofrer boicote da bancada evangélica da Câmara dos Deputados.

Gilberto Braga era oficialmente casado com o decorador Edgar Moura Brasil. O relacionamento já durava mais de 40 anos.

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...