Take a fresh look at your lifestyle.

Os 10 estados mais pobres do Brasil

Veja mais sobre os estados mais pobres do Brasil.

Rio de Janeiro, 19 de julho de 2022, por Priscila Lívia — Você gostaria de descobrir quais são os 10 países mais pobres do Brasil? Confira no blog Diário prime e fique por dentro da economia brasileira facilmente. Entenda qual é a contribuição anual de cada estado considerado mais pobre.

Veja os 10 estados mais pobres do Brasil: menores PIBs do país

O PIB é o produto interno bruto que representa toda a receita gerada em uma região dentro de um período. É por meio desse instrumento de análise que se determina a riqueza de estados e de países. Portanto, é analisando a contribuição dos estados com o PIB nacional que se sabe em que posição ele está entre os mais ricos e os mais pobres.

Conheça os estados mais pobres do Brasil

Os 10 estados mais pobres do Brasil são respectivamente Roraima, Acre, Amapá, Tocantins, Sergipe, Rondônia, Piauí, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Como se pode notar, todos eles pertencem ou à região Norte, ou à região nordeste do país.

Roraima, que possui a menor contribuição, apresenta PIB de R$14,3 bilhões. Enquanto o Rio Grande do Norte tem o PIB de R$71,3 bilhões, sendo o que contribui mais entre os 10. No geral, todos eles têm em comum o investimento no turismo.

Vale ressaltar que todos esses dados têm como base o último levantamento anual do IBGE de 2021. Por isso, ao fim do ano de 2022 esse quadro poderá sofrer alterações. Entretanto, não é comum que elas sejam muito significantes positivamente, considerando o espaço de apenas 1 ano, ainda mais durante uma pandemia.

O que se pode concluir ao analisar mais de perto o padrão do desenvolvimento desses estados brasileiros?

Desse modo como já foi salientado, todos esses estados pertencem às regiões Norte e Nordeste do país. Então para quem está a par de todas as questões de desigualdade socioeconômica do país, isso não é uma surpresa. Assim afinal, essas regiões são as que mais sofrem com elas.

Ao analisar o desenvolvimento dos estados brasileiros, é possível notar que a maior parte dos investimentos vai para as regiões Sul e Sudeste. São elas também que detêm a maior parte das indústrias e empresas no Brasil.

Portanto, as grandes metrópoles, que recebem muita atenção de turistas também, se concentram nessas regiões. O Norte e o Nordeste do Brasil têm, sim, desenvolvimento do agronegócio, mas também dependem de turismo. Assim, ficam prejudicados devido à grande desigualdade socioeconômica descrita.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.