Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

UFC 244 Masvidal provou ser o mais durão


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

Atenção: Siga o Diário Prime no Google News e assine nosso Canal no You Tube!

O UFC 244 de ontem no Madison Square Garden, New York. Concedeu o título de mais durão do campeonato. Com domínio absoluto Jorge Masvidal se torna o BMF (Best Motherfucker) do UFC.

Luta principal teve muita polêmica e promessa de revanche. Masvidal é campeão e já está de olho na próxima batalha.

Para os brasileiros, no entanto, foi uma noite para se apagar da história. Primeiramente porque não houve vitória, mas um belo nocaute. Também teve o afastamento da disputa por títulos da categoria por um tempo.

Sexta vitória no UFC

A princípio o embate de Masvidal VS Diaz atraiu milhares de espectadores a voltarem suas atenções para o UFC. Diante disso a vitória do imigrante cubano deixou o rosto do adversário em situação lastimável.

Posteriormente, Diaz foi contrário a decisão da arbitragem. O lutador teve um corte profundo no supercílio. Com o sangramento, ficou praticamente cego desde o primeiro round.
Como o sangramento não parava, frequentemente o médico interrompia a luta para atestar as condições de Diaz. Mesmo com a vitória polêmica, Masvidal continua a aumentar seu nome dentro dos combates no UFC.

Dwayne Johnson afirmou que o embate não terminaria ali. Prometendo assim aos fãs uma revanche ainda mais disputada entre os dois latino-americanos.

UFC 244 Masvidal provou ser o mais durão
UFC 244 Diaz com o rosto cortado da luta contra Masvidal

De quase demitido à estrela

Com essa luta, Masvidal conquistou sua terceira vitória seguida: Darren Till, Ben Askren e agora Nate Diaz.

Mas, no início do ano a permanência do cubano nos eventos estava em jogo. No entanto, no decorrer dos combates, o lutador conseguiu aumentar sua popularidade assustadoramente.

E a ideia da disputa do cinturão na briga do mais durão elevou o nível do combate, ainda mais o colocando na categoria de card principal do dia.

Noite ruim dos brasileiros
Simultaneamente os Brasileiros decepcionaram, Johny Walker a promessa brasileira vinha de três nocautes.

Bem como, ironicamente foi nocauteado por Corey Anderson. Logo depois do soco o carioca ficou completamente atordoado. Imediatamente por alguns segundos não conseguiu entender o K.O.

Da mesma forma Vicente Luque deu ao público três rounds de muita ação e raça contra o americano Estephen Thompsom.

A experiência do adversário foi essencial para a derrota do brasiliense, anulando seus golpes com contra-ataques de muito reflexo. A vitória foi por pontos.

De mesmo modo a representante feminina no octógono, Jennifer Maia também não levou nada para casa. A atleta brasileira perdeu por decisão unânime dos juízes.

A Curitibana fez uma luta equilibrada com a adversária que é a primeira do ranking, Katlyn Chookagin.

A americana também usou os contra golpes como estratégia, assim anulou os movimentos da brasileira.

 

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!