Foram presos dois homens pelos policiais militares e civis no último dia (09) por tráfico de drogas em Lucas do Rio Verde a 354 km de Cuiabá MT.

Tudo foi possível devido ao trabalho integrado entre os policiais civis e militares de Mato Grosso, e segundo informou o site da Polícia Militar de MT, a prisão aconteceu na região de Lucas do Rio Verde.

Com a dupla a Polícia apreendeu drogas

Segundo informações do site da Polícia Militar de MT, com os dois homens foram apreendidos seis tabletes de maconha, um tablete de pasta a base de cocaína, uma porção menor de maconha tipo skank, uma balança e dinheiro.

O trabalho investigativo entre os policiais civis e militares identificou o tráfico na região e os dois jovens segundo boletim um de 23 anos e o outro de 25, usaram um carro roubado (Ônix) para buscar a droga em Cuiabá e distribuir em Tapurah, Itanhangá e Lucas do Rio Verde.

Durante os trabalhos investigativos que visavam repreender o tráfico de drogas em nossa região, foram levantadas informações precisas de que os conduzidos estariam traficando drogas na cidade de Tapurah e Itanhangá, e também fazendo o transporte habitual de drogas para a cidade de Lucas do Rio Verde”, declarou em nota a PM de MT.

A prisão se deu graças ao trabalho integrado e informações sobre a dupla

Ainda em nota, a Polícia Militar de MT informou que através de informações eles sabiam que a dupla passaria por Lucas do Rio Verde em e montaram barreiras de forma estratégicas para conter os dois homens:

A prisão dos suspeitos foi durante uma barreira estratégica na praça de pedágio. Além da droga, os policiais apreenderam um veículo GM Onix e dinheiro”, declarou a Polícia Militar de MT.

A dupla fazia parte de um esquema de tráfico de drogas, e outra informação que os PM destacaram foi que: “um dos homens teria sido batizado recentemente em uma organização criminosa”.

Em nota o site da Polícia Militar de MT destaca que a sociedade pode contribuir com qualquer informação, sem necessidade de identificar-se através do disque-denúncia. Acompanhe essa e outras notícias em O Regional.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here