Bolsonaro demite Teté Bezerra por causa de um jantar de R$ 290 mil

0
12
Tête Bezerra / Foto : reprodução
Tête Bezerra / Foto : reprodução

Diferente do que Teté Bezerra (MDB) disse sobre a sua saída da presidência do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que ocorreu uma demissão, por causa de um jantar de R$ 290 mil que seria realizado na próxima semana. O anúncio foi feito pelo presidente durante uma live no Facebook na noite de quinta-feira (28).

Em sua live semanal, Bolsonaro disse que ficou sabendo do jantar patrocinado pela Embratur nessa semana. “O Alceu Valença, se não me engano, ia cantar no jantar. Preço do jantar: R$ 290 mil. Você ia pagar a conta”.

Por isso, ele teria entrado em contato com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL) para resolver a questão. “Falei para ele simplesmente cancelar o jantar e também, tendo em vista o tamanho do descalabro aqui, e cancelasse também a função da responsável pela Embratur. Ela foi exonerada no dia de hoje e página virada”.

Segundo o chefe do Executivo, esse tipo de atitude não será tolerada dentro do governo. “Não dá para se admitir, passivamente, um gasto dessa ordem” e que o brasileiro não aguenta pagar tantos impostos e “não ter no final da linha uma prestação de serviço”.

Bolsonaro também afirmou que a atitude de Teté seria “um escracho, um deboche para com o brasileiro” e em tom de deboche, comentou com o ministro das Relações Exteriores que “no Itamaraty não vai ter jantar de R$ 290 mil não”.

Confira a live na íntegra (a parte sobre a demissão começa em 12m12s):

Fonte: http://www.gazetadigital.com.br/editorias/politica-de-mt/sada-de-tet-bezerra-foi-por-jantar-de-luxo-diz-bolsonaro/573280

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here