Diário Prime - www.diarioprime.com.br
O Diário Prime é um portal de notícias da cidade de Nova Mutum e Região, confira os últimos acontecimentos, fique por dentro de tudo! acesse www.diarioprime.com.br.

Violência no Rio: atriz Juliana Paes é vitima de assalto a mão armada indo para Sapucaí

A atriz Juliana Paes, rainha de bateria da Grande Rio, foi assaltada no Rio, ela estava a caminho da Sapucaí, para assistir aos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro.

..Publicidade..

A rainha de bateria da Grande Rio, atriz Juliana Paes, foi mais uma vítima da violência no Rio nesta segunda, 12, a atriz foi assaltada a mão armada, quando estava a caminho da Sapucaí. Juliana não desfilaria neste dia e estava indo assistir ao segundo dia de desfiles das escolas de samba do Rio.
A ação dos bandidos se deu quando o veículo, um van, onde a atriz estava, foi abordado por dois assaltantes, logo na saída do túnel Santa Bárbara.

Bandidos usaram uma arma para obrigar a van em que Juliana Paes estava a parar

De posse de uma arma, um bandido, obrigou o condutor do veículo a parar, e acabaram reconhecendo a atriz, momento em que disseram que iriam levar apenas os telefones celulares dos passageiros.
Com os ocupantes restaram apenas pertences pessoais, como documentos e chaves de casa.

A rainha de bateria da Grande Rio, atriz Juliana Paes, foi mais uma vítima da violência no Rio. Reprodução/Correio24h)
A rainha de bateria da Grande Rio, atriz Juliana Paes, foi mais uma vítima da violência no Rio. Reprodução/Correio24h)

Mesmo após a violência sofrida com o assalto, a atriz compareceu ao camarote da Grande Rio a fim de cumprir seu compromisso de trabalho,  entrevista coletiva prevista para a noite de segunda-feira, Ela acabou chegando ao local por volta das 22h, quando a escola Portela já desfilava na avenida e a coletiva foi cancelada.

A atriz Juliana Paes ainda ficou o restante da noite no camarote

Apesar do susto, a atriz ainda permaneceu no local pelo resto da noite, ficando em um local reservado do camarote e não se manifestou ainda sobre o ocorrido. Juliana Paes foi apenas mais uma vítima da onda de crimes que assola o Rio de janeiro, assaltos e arrastões tem aterrorizado turistas e foliões no carnaval carioca neste ano.

Juliana Paes não foi a primeira integrante de escola de samba o sofrer com a violência no Rio

Também próximo ao Sambódromo, no centro do Rio, onde o policiamento foi reforçado desde a sexta-feira, o compositor e cantor Moacyr Luz, quando descia de um táxi para desfilar pela Paraíso do Tuiuti, foi roubado ao sair de um táxi, na madrugada de segunda-feira,12. Três bandidos abordaram o cantor levando sua carteira e celular, a audácia dos bandidos chegou ao ponto de levarem até mesmo uma fantasia do sambista, que ele usaria no desfile da Mangueira, outra escola onde ele também desfilaria.

“Não vi polícia alguma. Está muito difícil viver aqui, no Rio”, declarou Moacyr Luz.

A onda de violência no Rio não se restringe apenas ao Centro. Na Zona Sul, na Praia de Ipanema, sábado e no domingo, vários bandidos fizeram três arrastões na altura do Posto 8, fazendo, entre as vítimas, vários turistas estrangeiros.

Das 8h da manha até às 16h da tarde de segunda-feira, a Delegacia de Atendimento ao Turista  havia registrado 26 boletins de ocorrência, cerca de três queixas por hora. em dias normais, são registrados em media seis casos por dia.

Fonte: Correio24horas

Publicidade

O que achou desta notícia? vote e deixe seu comentário.
3
like
2
love
0
haha
80
wow
13
sad
2
angry