Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Santos cobra Conmebol por conta de lance polêmico envolvendo VAR

Lance aconteceu no segundo tempo e foi questionado, uma vez que o árbitro da partida não consultou o vídeo para dar um pênalti a favor do Santos

O Santos entrou em campo pela semifinal da Libertadores na noite da última quarta-feira (6) e empatou sem gols com o Boca Juniors em plena La Bombonera, na Argentina. Porém, o resultado podia ser diferente, visto que houve um lance polêmico ocorrido durante o jogo que ficou engasgado por parte da equipe alvinegra. Por conta disso o Santos cobra explicações da Conmebol, organizadora da competição.

Você vai saber mais sobre o lance, o áudio divulgado e toda a repercussão nesta quinta-feira (7), aqui, no Diário Prime.

Lance polêmico contra o Santos na semifinal da Libertadores

O jogo entre Santos e Boca foi equilibrado e a equipe alvinegra conseguiu impor seu ritmo de jogo no primeiro tempo. Já no segundo tempo, o Boca atacou mais a equipe brasileira com lances que levaram bastante perigo a área do goleiro John.

Libertadores: Santos cobra Conmebol por conta de lance polêmico envolvendo VAR
Santos cobra Conmebol por conta de lance polêmico envolvendo VAR | Foto: Reprodução do Instagram do Santos FC

Aliás, o lance polêmico aconteceu no segundo tempo de jogo, quando Marinho foi para cima da marcação adversária e o jogador Izquierdoz o empurrou dentro da área. O árbitro Roberto Tobar até apontou como se fosse pênalti, mas em conversa rápida com a equipe do VAR, anulou o lance imediatamente.

Leia: Ex-atacante do Corinthians, Boselli foi sondado por três clubes brasileiros

Além disso, o árbitro acabou nem consultando o vídeo para rever o lance que poderia mudar o resultado final da partida.

Logo depois do jogo, o presidente do Santos se posicionou em suas redes sociais contra a atitude do árbitro que prejudicou diretamente seu time. Ele prometeu cobrar explicações da organizadora Conmebol.

“Como presidente não posso deixar de me pronunciar que o que fez o árbitro do Libertadores sobre o pênalti escandaloso em cima do Marinho. E eu não vou deixar isso despercebido e eu vou reclamar, eu vou fazer de tudo para isso nunca mais acontecer. Sinceramente RIDÍCULO”, afirmou o Rueda.

E a atitude veio à tona nesta quinta-feira (7), quando o Santos enviou um ofício para a Conmebol, CBF e Federação Paulista de Futebol, falando sobre o ocorrido.

Saiba mais: Nota Premiada Bahia ultrapassou mais de mil contemplados em 2020

No documento, o presidente do Santos questionou o motivo pelo qual o vídeo do lance não foi consultado pelo árbitro, para que ele pudesse tomar uma decisão mais assertiva.

Rueda afirmou ainda em nota que não deseja que o fato se repita em outras ocasiões.

“Solicitamos que isso não ocorra mais. São dois clubes muito grandes, dois dos maiores times do mundo, e isso só atrapalha o espetáculo. Queremos que as tecnologias sejam bem utilizadas e que todos sejam tratados da mesma forma”, apontou.

Confira abaixo a nota do presidente na integra:


Áudios do lance divulgados pela Conmebol

Após a nota chegar ao conhecimento da Conmebol, os áudios envolvendo o árbitro Roberto Tobar e os árbitros de vídeos mostraram como as coisas aconteceram em campo, veja um resumo:

  • O árbitro de vídeo Juan Benitez (PAR) afirma com clareza “Se deixa cair”, com relação ao jogador Marinho.
  • Após algumas análises e o houve um pedido para que o árbitro da partida não retomasse o jogo.
  • Na sequência o árbitro de vídeo informa: “Seguimos Roberto, continua, seguimos”.

O questionamento da parte do Santos era exatamente para que o lance fosse avaliado pelo árbitro em campo utilizando o vídeo, recurso disponibilizado pelo VAR e às vezes muito necessário.

5 Mudanças Que O Presidente Julio Casares Quer Fazer No São Paulo Em 2021

Quando o Santos volta a campo pela Libertadores?

Após o jogo de ida terminar empatado em 0x0, o Santos volta a campo pela semifinal da Copa Libertadores da América diante do Boca Juniors na Vila Belmiro. A partida está marcada para acontecer na próxima quarta-feira (13), às 19h15 (horário de Brasília).

Nesse dia será definido a final do torneio e se o vencedor desse duelo irá enfrentar Palmeiras ou River Plate. Vale lembrar que o Palmeiras tem vantagem de 3×0 no placar, após ter vencido o jogo na Argentina.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.