Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Oscar foi para Minas Gerais: fotógrafa ganha prêmio e orgulha sua cidade

A fotógrafa concorreu com profissionais dos quatro cantos do mundo em um concurso de fotografias de casamentos

  1. Mayara de Paula, paulista, moradora de Monlevade, ganhou destaque essa semana por ser premiada em 5º lugar em um concurso disputado. Assim, brincou-se que o Oscar foi para Minas Gerais, devido à importância do evento. Ela concorreu com profissionais qualificados no mundo todo, que se dedicam às fotos de casamentos.

Portanto, não deixe de ler: Rebaixamento Em 90? Que Nada! Perfil Do Paulistão Nega Queda Tricolor

O pai, de mesma profissão, faz fotos de casamentos há 30 anos
O pai, de mesma profissão, faz fotos de casamentos há 30 anos – Foto: Mayara de Paula

Mayara foi revelação brasileira no concurso, tendo coleções premiadas e 19 fotos divulgadas. Não foi à toa que o Oscar foi para Minas com louvor, uma vez que ela iniciou a carreira quando tinha somente 12 anos de idade.

Oscar foi para Minas Gerais com honras

Mayara começou a fotografar desde cedo, quando ainda criança, aos 12 anos. Assim, ela pôde reunir bagagens e experiências suficientes para conquistar o prêmio de revelação brasileira nesse concurso mundial.

Além disso, teve três das suas coleções premiadas e 19 fotos suas divulgadas. Aos 26 anos, ser considerada a 5ª melhor do mundo pelo Goldens Lens é um dos melhores retornos pelo seu trabalho que ela poderia ter.

Essa premiação é como se fosse o “Oscar” do universo das fotografias de casamento, bem como de “álbuns de família”. Dessa forma, o “Oscar foi para Minas Gerais” com toda a pompa e glória.

As imagens que Mayara de Paula registra traduzem a evolução do trabalho que ela sempre busca mostrar para seus clientes. O troféu, como a própria disse, não é somente dela, é de cada uma das famílias, de cada um dos clientes e casais que confiaram nas suas fotos.

Mayara começou a fotografar desde cedo, quando ainda criança, aos 12 anos
Mayara começou a fotografar desde cedo, quando ainda criança, aos 12 anos – Foto: Mayara de Paula

Mayara e sua veia artística

A fotógrafa diz que o fato de ficar junto de quem se ama, entre a família é gostoso. O registro disso, com certeza para quem vê seu trabalho, é melhor ainda.

Ademais, confira também: Menor foi preso em Contagem, Minas Gerais, e pai não aguenta mais

Mas esse talento todo não surgiu de uma hora para outra. Mayara, que nasceu na Grande São Paulo, se mudou para João Monlevade há 3 anos. O noivo, com quem divide a residência e a vida, também é fotógrafo.

O pai, de mesma profissão, faz fotos de casamentos há 30 anos. Quando ela tinha aproximadamente 12 anos, foi a um evento, pois o assistente do pai não pôde comparecer.

Dali, a paixão surgiu. Ao passo em que trabalhou com ele por oito anos, foi galgando seu próprio destino. Ela trabalhou em importantes editorias de jornais nacionais, assim como continuou tirando fotos de famílias.

Hoje em dia, ela tem uma empresa com o noivo, a Fala das Imagens. Mayara diz que mesmo estando no interior, seu trabalho dá a chance de conhecer mais do restante do país. O Estado, além do noivo, proporcionou conquistas e histórias para ela.

O Oscar foi para Minas Gerais, mas, além disso, ampliou os horizontes da fotógrafa. Mayara quer ministrar cursos na área de fotografia, afinal, precisa se reinventar ante a pandemia.

Conquanto, não deixe de verificar: Vítima da Covid-19: dono de grande rede de supermercados morre em Curitiba

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.