Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

O que Bolsonaro gastou em leite condensado daria para contratar quais jogadores da Série A?

Prestação de contas do Governo Federal expôs a quantia gasta pelo Executivo somente em leite condensado: R$ 15 milhões

R$ 15 milhões. Ao todo, foi esta a quantia que o governo de Jair Bolsonaro gastou em 2020 com leite condensado. Divulgada pelo (M) Dados, do portal Metrópoles, a informação também complementou os gastos de mais de R$ 2,2 milhões com chicletes e outros R$ 32,7 milhões com pizza e refrigerante.

O que Bolsonaro gastou em leite condensado daria para contratar quais jogadores da Série A? Foto: Thiago Calil/AGIF
O que Bolsonaro gastou em leite condensado daria para contratar quais jogadores da Série A? Foto: Thiago Calil/AGIF

Leia mais: PVC Analisa Reencontros De Luxemburgo Com O Palmeiras E Sampaoli Com O Santos

Com frutos do mar, foram outros R$ 6 milhões. De maneira mais ampla, o departamento mais gastão do governo Bolsonaro em 2020 foi o Ministério da Defesa. No total, foram mais de R$ 632 milhões investidos em alimentos. Desses, mais de R$ 2 milhões foram gastos com vinhos nacionais e importados.

A conversão dos R$ 15 milhões em leite condensado

De acordo com o portal Transfermarkt, que apresenta números, negociações e estatísticas de praticamente todos os atletas que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, a quantia gasta pelo governo Bolsonaro em leite condensado daria, por exemplo, para promover a contratação de nomes importantes do nosso futebol.

Um deles é Arthur Gomes, ponta-esquerda do Santos de Cuca. Com valor de mercado estipulado em dois milhões de euros, o que na cotação atual é equivalente a cerca de R$ 13 milhões de reais, o jogador poderia ser contratado se Bolsonaro decidisse investir na compra de um jogador de futebol ao invés de gastar milhões em leite condensado.

Outro santista com valor de mercado abaixo do investido por Bolsonaro em leite condensado é Lucas Braga. Ponta-esquerda como Arthur Gomes, o jogador tem valor de mercado estimado em R$ 5.200.000. Xavier e Roni, que defendem as cores do Corinthians, têm o mesmo valor de mercado que o santista.

Ou seja, por pouco Bolsonaro não conseguiria adquirir o passe de três revelações paulistas com a quantia gasta no alimento presente em grande parte das sobremesas dos lares brasileiros.

Veja mais: 4 Possíveis Treinadores Para Assumir O Cruzeiro

Jogadores palmeirenses

Além de ser conhecido como um amante de pãezinhos com leite condensado no café da manhã, Bolsonaro também se intitula um palmeirense de carteirinha.

Justamente por isso, caso ele quisesse adquirir os passes de jogadores de seu time de coração, dois deles poderiam ser comprados com a bagatela gasta na compra do produto.

O primeiro deles é Benjamín Kuscevic, zagueiro chileno recém-contratado pelo clube alviverde que vem realizando excelentes partidas ao lado de Luan e Gustavo Gomez. Com passe fixado em cerca de R$ 8.400.000, o jogador poderia ser comprado junto a Danilo, meia que também vem se destacando no meio-campo do time comandado por Abel Ferreira. Por custar cerca de R$ 5.800.00 a quem quiser contratá-lo, o jogador poderia ser negociado junto a Kuscevic caso R$ 15 milhões fossem disponibilizados para as compras.

E você, torcedor? Acredita terem sido exorbitante os investimentos realizados pelo governo Bolsonaro somente em alimentação e produtos supérfluos, como é o caso do leite condensado? Comente e fique por dentro de tudo o que acontece com seu time do coração!

Conheça: 5 Reforços De Peso Em Times Que Disputarão Campeonatos Estaduais E Nacionais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.