Take a fresh look at your lifestyle.

Publicidade

Nova Mutum: habitantes revoltados com aumentos de aluguéis e luz na cidade, reclamam.

Nova Mutum tem se deparado com alguns problemas, o aumento de energia e aluguéis tem afetado a população.

0

Os habitantes da cidade de Nova Mutum tem sofrido há alguns meses com impostos mais altos. Imposto de água, energia e aluguéis de casas e quitinete tem assombrado as pessoas da cidade.

Habitantes de Nova Mutum reclamam

Os habitantes de Nova Mutum tem se deparado nos últimos meses com várias problemas do cotidiano. Os alugueis de casa, uma compra no mercado ou até mesmo a conta de água de luz todas tem tido um aumento extravagante.

Eu pago R$ 300 de luz, mais da metade é imposto, isso é um absurdo” diz Rosenilda Rodrigues em entrevista com Diário Prime.

+ Destaque: Hospital Municipal está sob nova direção

Rosenilda é uma dona de casa, e moradora da cidade de Nova Mutum no Bairro Beija Flor a anos, casada com Mário Rodrigues e ainda mãe de dois filhos, falou revoltada em entrevista com Diário Prime. Segundo ela, o espanto tem sido na cidade toda, não somente ela.

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)  que fez o divulgamento que bandeira tarifária deste mês Junho será VERMELHA. Ou seja o custo de cada 100 quilowatts consumido será de R$ 5, segundo Anatel isso é por causa da redução das chuvas consequentemente pouca quantidade de água nos reservatórios.

Os aluguéis de casas e quitinetes

Outra coisa que tem tido um aumento na cidade é valor do aluguel, muitas pessoas ainda por não ter a sua casa própria tem que encarar o aluguel. Foi feito um levantamento onde uma casa de 30 metros quadrados está com custo médio de R$ 800  a R$ 1.000, muito alto para o valor do salário mínimo.

Elielson está querendo levar a família dele para outra cidade, pois segundo ele, que veio do Maranhão como a sua família, “as coisas aqui ultimamente tem ficado caro, gosto muito da cidade mas pretendo mudar a outra” diz Elielson morador do Bairro Colina 2.

Nova Mutum: habitantes revoltados com aumentos de aluguéis e luz na cidade, reclamam.
Avalie essa Notícia

site statistics