Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Naturalizados: além de Rafael Tolói, veja 5 brasileiros em outras seleções

Entre seleções prestigiadas e países emergentes no futebol, confira uma lista com cinco nomes de brasileiros naturalizados pelo mundo

Nesta semana a imprensa esportiva italiana noticiou a naturalização de um atleta brasileiro. Assim, Rafael Tolói, que jogou pelo São Paulo; joga atualmente pela Atalanta e obteve cidadania italiana, estando na mira para convocações da seleção. Dessa forma, listamos brasileiros naturalizados que atuam em outras seleções no mundo.

Leia também: Dialló assina com Manchester United; saiba tudo sobre a contratação

Thiago Alcântara, brasileiro naturalizado espanhol

O primeiro nome desta lista é o habilidoso Thiago Alcântara. Filho do meio-campo Mazinho, campeão do mundo em 1994; Thiago nasceu na Itália, mas passou sua infância e parte da adolescência na Espanha, acompanhando o pai. Com pais brasileiros, Thiago Alcântara tem tripla cidadania: Brasil, Itália e Espanha.

No entanto, entre as três gigantes do futebol mundial, Thiago Alcântara optou pela seleção espanhola. Assim, atualmente o meio-campista é titular incontestável no time espanhol, além de peça chave no elenco do Liverpool.

Jorginho, brasileiro naturalizado italiano

Por outro lado, quem nasceu brasileiro e atualmente defende a Azzurra italiana é o volante Jorginho. Apesar de nascido em Santa Catarina, o meio-campista começou sua carreira como jogador nas categorias de base do Hellas Verona, da Itália.

Assim, Jorginho vive na Itália desde 2007. Dessa forma, buscou se naturalizar italiano para defender o manto da gigante europeia. Logo, já foi convocado e vestiu a camisa da seleção italiana. Atualmente defende outro manto azul: o do Chelsea.

Leiam mais: Hulk foi uma boa aquisição para o elenco do Galo? Confira

Mário Fernandes, brasileiro naturalizado russo

O terceiro nome de nossa lista  de naturalizados escolheu terras bem mais frias como nova pátria: a Rússia. Assim, o lateral brasileiro Mário Fernandes se naturalizou russo, e atua pela seleção nacional.

Naturalizados: além de Rafael Tolói, veja 5 brasileiros em outras seleções. Imagem: Reprodução Instagram @_mario_fernandes02_
Naturalizados: além de Rafael Tolói, veja 5 brasileiros em outras seleções. Imagem: Reprodução Instagram @_mario_fernandes02_

Nascido em São Caetano do Sul, o defensor brasileiro foi revelado na base do São Caetano, e chegou a atuar profissionalmente pelo Grêmio no futebol brasileiro. No entanto, após se mudar para a Rússia em 2012, o lateral começou a pensar em se naturalizar.

Depois de uma passagem apagada em jogos não oficiais pela seleção Brasileira, Mário tomou a decisão de deixar o Brasil de lado, e se colocar à disposição do futebol russo. Assim, foi convocado para a Copa de 2018 e defendeu o manto da seleção russa. Atualmente Mário atua pelo CSKA Moscou.

Elkeson (ou Ai Kesen), brasileiro naturalizado chinês

Nós o conhecemos no futebol brasileiro com o nome de Elkeson. Assim, o atleta que defendeu os mantos de Vitória e Botafogo partiu para o exterior em 2013; quando deixou o alvinegro carioca pelo Guangzhou Evergrande, da China.

Por lá as coisas fluíram para Elkeson: ídolo no futebol chinês, o atleta sentiu a necessidade de retribuir o acolhimento da torcida e do povo da China. Dessa forma, Elkeson entrou com processo de naturalização.

Após naturalizado, Elkeson assumiu um segundo nome; dessa vez em chinês: Ai Kesen. Além de Elkeson, outros brasileiros vivem situação semelhante na China e podem rechear a seleção nacional em alguns anos.

Túlio, brasileiro naturalizado japonês

O quinto nome da nossa lista de naturalizados é Marcus Túlio Tanaka, filho de pais brasileiros e avós japoneses e italianos. Dessa forma, o atleta poderia reivindicar a cidadania italiana, mas preferiu assumir o apelido de Samurai e se dedicar ao futebol japonês.

Naturalizados: além de Rafael Tolói, veja 5 brasileiros em outras seleções. Imagem: Reprodução / Acervo JFA
Naturalizados: além de Rafael Tolói, veja 5 brasileiros em outras seleções. Imagem: Reprodução / Acervo JFA

O jovem atleta iniciou na base do clube Mirassol, no interior de São Paulo, mas logo se transferiu para o Japão, de onde não voltou mais.

Dessa maneira, Túlio Tanaka defendeu vários clubes do futebol nipônico, além do manto da seleção nacional entre 2004 e 2010. No fim de 2019 Tanaka anunciou sua aposentadoria do futebol.

Você pode gostar: Boca grande e bola fora: veja 6 vacilos de Thiago Neves

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.