Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Mercado da Bola: Liverpool culpa pandemia pela falta de reforços

Com vários desfalques e sem recursos para contratações no mercado da bola, técnico do Liverpool desconversa sobre reforços e põe culpa na pandemia

Há tempos o Liverpool segue absoluto no futebol inglês, mas esta realidade mudou ao longo do ano. Com vários desfalques e finanças reduzidas, o Liverpool não procurou grandes contratações nesta janela de transferência do mercado da bola europeu.

Veja também: Futebol inglês em alerta: mais de 40 casos de Covid

Os desfalques e lesões no elenco do Liverpool

O Liverpool não buscou reforços para sua defesa atingida por lesões neste mês devido à crise econômica causada pela pandemia do coronavírus, revelou o técnico Jurgen Klopp, na última quinta-feira (7).

Os campeões ingleses devem ficar sem Virgil van Dijk e Joe Gomez até o final da temporada; enquanto Joel Matip também está afastado dos gramados, deixando Klopp sem um zagueiro sênior de responsabilidade na sua defesa.

O meio-campista Fabinho foi titular da defesa central na maior parte da temporada, enquanto os jovens Rhys Williams e Nat Phillips tiveram de ser convocados.

Apesar do fechamento de estádios para os fãs devido às restrições do Covid-19, os Reds gastaram cerca de £ 70 milhões na janela de transferência de verão com Konstantinos Tsimikas, Thiago Alcantara e Diogo Jota, todos os quais também tiveram problemas devido a lesões.

Mercado da Bola: Liverpool culpa pandemia pela falta de reforços. Imagem: Reprodução Instagram @liverpoolfc
Mercado da Bola: Liverpool culpa pandemia pela falta de reforços. Imagem: Reprodução Instagram @liverpoolfc

Liverpool não vai às compras no mercado da bola

O técnico do Liverpool, Jurgen Klopp, concedeu entrevista à imprensa esportiva inglesa e falou sobre as dificuldades financeiras durante a janela de inverno no mercado da bola europeu.

“Não posso dizer com certeza que não faremos isso, apenas não é provável por causa da situação no mundo”, disse Klopp antes da viagem de sua equipe ao Aston Villa na Copa da Inglaterra na sexta-feira. “Não é a melhor situação para todo o planeta, então por que deveria ser para um clube de futebol?!”

O treinador alemão é uma das estrelas da equipe dos Reds. Assim, Klopp levou o Liverpool a vencer a Liga dos Campeões em 2018/19 e, em seguida, conquistou o primeiro título do clube em 30 anos em 2020.

No entanto, o aporte financeiro esperado desse sucesso não se concretizou. Com a chegada da pandemia no cenário mundial, os portões fechados prejudicaram gravemente os recursos dos clubes do futebol inglês.

“Este clube, com estes proprietários, será sempre muito responsável pelas coisas que fazemos”, acrescentou Klopp.

“Se o mundo fosse um lugar normal, tudo ficaria bem, ganhamos a Premier League, ganhamos a Champions League; o clube está na melhor situação possível… Então, você tem três zagueiros centrais, todos lesionados – é essa uma situação em que normalmente faríamos algo?

“Sim, com certeza, mas não estamos nessa situação, então não sei se algo vai acontecer ou não.”, responde o próprio Klopp.

“Temos que lidar com a situação como fizemos até agora e superar isso.”, arremata o técnico do Liverpool.

O Liverpool na disputa na Premier League

O Liverpool ainda lidera a Premier League, mas o número de lesões tem aparecido nas últimas semanas. Assim, a equpe dirigida por Klopp começa a ver sua vantagem no topo da tabela ser reduzida.

O Manchester United tem a mesma pontuação que os comandados de Klopp; mas tem um jogo a menos na tabela. Os Devils cumprem o compromisso atrasado em Burnley, na terça-feira (12), antes que os dois primeiros se enfrentem no gramado de Anfield Road, no dia 17 de janeiro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.