Top Stores

- Publicidade -

Mercado da Bola: Chelsea demite Lampard e assina com Tuchel, ex-PSG

Chelsea demite o técnico Frank Lampard, e o ex PSG Thomas Tuchel já se encontra apto a assumir equipe inglesa; confira detalhes

O Chelsea demitiu o técnico Frank Lampard na segunda-feira, após um ano e meio no cargo, com o ex-técnico do Paris Saint-Germain Thomas Tuchel sendo cotado como principal nome para assumir o posto em Stamford Bridge.

Veja também: Felipão encerra passagem no Cruzeiro; veja os números

Mercado da Bola: Chelsea demite Lampard e assina com Tuchel, ex-PSG. Imagem: Reprodução Instagram @chelseafc
Mercado da Bola: Chelsea demite Lampard e assina com Tuchel, ex-PSG. Imagem: Reprodução Instagram @chelseafc

Lampard fora do comando do Chelsea

Lampard havia assinado um contrato de três anos em julho de 2019. Assim, o treinador levou o Chelsea à final da FA Cup e ao quarto lugar na Premier League em sua primeira temporada no comando.

Por outro lado, o Chelsea chegou a figurar as oitavas de final da Liga dos Campeões e por um breve período liderou a tabela da Premier League em dezembro.

Entretanto, caiu para a nona posição depois de cinco derrotas em oito jogos – ficando 11 pontos atrás do líder Manchester United.

Assim, mesmo com a vitória por 3 a 1 da FA Cup no domingo contra o Luton, da segunda divisão inglesa; não foi suficiente para salvar o nome do treinador dos Blues e ex-meio-campista da Seleção da Inglaterra.

O clube disse que foi uma “decisão muito difícil” rescindir com o ex jogador de 42 anos, que é o melhor artilheiro de todos os tempos.

“Estamos gratos a Frank pelo que ele conquistou em sua época como técnico do clube”, disse o Chelsea em um comunicado oficial divulgado à imprensa esportiva.

“No entanto, os resultados e desempenhos recentes não corresponderam às expectativas do clube, deixando o clube a meio da tabela sem qualquer caminho claro para uma melhoria sustentada.”

Numa rara declaração pública, o proprietário russo do clube, Roman Abramovich, afirmou: “Foi uma decisão muito difícil para o clube, até porque tenho uma excelente relação pessoal com o Frank e tenho por ele o maior respeito.”

“Ele é um homem de grande integridade e tem a mais alta ética de trabalho. No entanto, nas atuais circunstâncias, acreditamos que é melhor mudar de gerente”, afirmou o mantenedor russo.

Thomas Tuchel no comando do Chelsea?

O ex-treinador do PSG, Tuchel, que foi demitido abruptamente pelo campeão francês em dezembro, está prestes a assumir, foi amplamente divulgado.

O treinador alemão vinha fazendo um trabalho respeitável dentro do ambiente do PSG, mas não foi o suficiente para sustentá-lo no cargo. Logo, com o PSG almejando voos ainda mais altos, Tuchel não correspondeu às expectativas e acabou sendo demitido.

Por outro lado, o nome de Tuchel começou a ressurgir como opção após a derrota do Chelsea para o Arsenal na final da FA Cup em agosto.

Assim, o revés foi seguido por outra derrota agregada. Dessa vez, por 7-1 para o eventual vencedor da Champions League; o Bayern, convencendo o conselho do Blues de que precisava gastar dinheiro.

As contratações do Chelsea na temporada

Ben Chilwell e Kai Havertz chegaram com grandes honorários após as contratações anteriores de Hakim Ziyech e Timo Werner. Entretanto, um gasto de cerca de £ 220 milhões ($ 300 milhões) não conseguiu se traduzir em melhores resultados.

Ainda que tenha investido num plantel reforçado para esta temporada, o Chelsea sentia que precisava dar outro tom ao comando da equipe. Logo, a posição de Lampard ficou comprometida, até o ponto que ele não sustentou seu lugar no clube.

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...