Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Manifestação em Belo Horizonte pediu impeachment e uma melhor condução do tratamento da pandemia

O protesto teve buzinaço e panelaço na capital mineira

Uma manifestação em Belo Horizonte movimentou a manhã de domingo (17/01) na capital. Protestantes afirmaram que Jair Bolsonaro, presidente da República, não está enfrentando a pandemia de forma correta, agindo com “irresponsabilidade”.

Portanto, leia também: Enem Em Minas Gerais: A Prova Não Foi Adiada, Mas Muitos Candidatos Não Fizeram

A organização da carreata foi feita pela oposição do Governo Federal, que não concorda com a postura do Presidente. A manifestação em Belo Horizonte também é um dos atos de apoio dos cidadãos para com a vacina contra a Covid-19.

Manifestação em Belo Horizonte antecipou outros protestos a favor da vida e do impeachment de Jair Bolsonaro

O pedido de impeachment de Jair Bolsonaro veio em forma de buzinaço, onde os automóveis que participavam da carreata buzinaram para chamar a atenção. Os protestantes querem a saída do Presidente do Palácio do Planalto, uma vez que, segundo eles, Jair age de maneira irresponsável com a pandemia.

A carreata também era em favor à vacinação. Segundo Ricardo Oliveira, engenheiro e organizador do protesto, Bolsonaro não deu a devida importância para os casos do novo Coronavírus.

O início da manifestação se deu na Pça. Floriano Peixoto, que fica no Santa Efigênia. Em seguida, partiu para o Sagrada Família, passando pelo Bairro de Santa Tereza. Assim, alguns pontos da Região Leste e Centro-Sul puderam ver ações vigorosas.

Alguns manifestantes carregavam consigo bandeiras e cartazes com os dizeres “Fora, Bolsonaro”. Outros, usavam camisetas vermelhas. Cada um manifestou à sua maneira, tendo até panelaço nas janelas dos prédios por onde a carreata passou.

Ademais, confira a notícia: Dupla Bavi corre risco de rebaixamento nas séries A e B

Ainda de acordo com Ricardo, esse protesto é uma antecipação das manifestações que estão marcadas para acontecer no sábado (23/01). Uma das maiores motivações é a gravidade dos casos em Manaus.

O colapso do sistema de saúde em Manaus pode acontecer em qualquer cidade do país

No Estado do Amazonas, pacientes de Covid-19 estão morrendo porque falta insumos, em especial, oxigênio para o tratamento. A situação crítica, mobilizou todo o Brasil.

Para muitas pessoas, seria impossível aguardar mais tempo. Assim, como em outros lugares que também fizeram protestos, a revolta com o número de vítimas da doença é grande. “Quanto mais se espera, mais pessoas morrem”.

A estima é que tenham participado aproximadamente 100 automóveis no protesto. O ato se deu pela manhã, longe do centro da capital, para que os candidatos do Enem não fossem prejudicados.

Na sexta-feira passada (15/01), os belo-horizontinos já tinham feito um panelaço em suas janelas à noite. Em vários bairros pode-se ouvir o barulho em reclamação às ações do Presidente.

Dessa forma, a manifestação em Belo Horizonte, como panelaço ou buzinaço, aconteceu como em outras cidades do país. A convocação é pela crise hospitalar no Amazonas, devido ao grande aumento de casos do novo Coronavírus. O mesmo colapso no sistema de saúde público e privado pode acontecer no Brasil todo, se os índices continuarem subindo.

Conquanto, você também pode se interessar: Permanência do Cruzeiro na Série B tem ausência de fator casa como motivo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.