Libertadores terá primeira final entre times paulistas na história

Palmeiras e Santos vão disputar a final da Copa Libertadores

0

Dois dos maiores campeões do futebol brasileiro, Palmeiras e Santos eliminaram os gigantes argentinos, River Plate e Boca Juniors, e garantiram mais uma final entre clubes do Brasil na Copa Libertadores da América de 2020. No entanto, o fato inédito é que será a primeira decisão continental entre equipes paulistas. Saiba tudo sobre o assunto hoje (14/01).

Palmeiras e Santos chegaram à fase de semifinal da Libertadores sendo considerados como os “azarões”, devido à força e tradição dos dois maiores clubes do futebol argentino na competição continental.

Entretanto, tanto o time alviverde, como o Peixe, conseguiram resultados mais do que expressivos em uma das partidas de semifinal e conquistaram lugares na final mais desejada por qualquer time do continente sul-americano.

Todos os quatro grandes times do futebol de São Paulo já levantaram a taça de campeão da Libertadores pelo menos uma vez em sua história – o Corinthians foi o último deles, em 2012.

Leia mais: Dos postulantes ao título do Brasileirão, quem tem a tabela mais fácil?

Campeões da Libertadores contra equipes estrangeiras, Palmeiras e Santos agora irão promover uma decisão paulista no torneio sul-americano. Este fato jamais havia acontecido em toda a história da competição.

Portanto, é um duelo que irá entrar para a história do futebol paulista e sul-americano e está marcado para o dia 30 de janeiro, no Maracanã.

Libertadores terá primeira final entre times paulistas na história
Libertadores terá primeira final entre times paulistas na história (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Caminho do Palmeiras até a final

Primeiro time a garantir vaga na final da maior competição de clubes da América do Sul, o Palmeiras chega à final com um retrospecto quase que impecável.

Em 12 partidas disputadas até aqui, venceu nove vezes, empatou dois e só perdeu um jogo. Foi justamente a partida de volta contra o River Plate, na semifinal.

Líder do grupo B na primeira fase do torneio, o Verdão atropelou o Delfin-EQU nas oitavas de final. Assim como também amassou o Libertad-PAR nas quartas de final.

Já na semifinal, conseguiu uma vitória arrasadora por 3 a 0 na partida de ida contra o River Plate, na Argentina, e levou um susto ao perder por 2 a 0 no duelo de volta.

Caminho do Santos até a decisão

O Peixe chega a mais uma decisão de Copa Libertadores da América com uma campanha semelhante a de seu adversário paulista.

Nos 12 jogos que disputou, o time santista venceu oito vezes. Empatou três e também só perdeu um jogo em toda a competição.

Também líder na fase de grupos, o Santos venceu e eliminou a LDU na fase de oitavas de final. Depois goleou o Grêmio por 4 a 1 no jogo de volta das quartas de final.

Leia também: Chapecoense conquista acesso à Série A com campanha sólida e destaque na defesa

Em alta, o Peixe empatou com o Boca Juniors em 0 a 0 na partida de ida das semifinais, na Argentina, e atropelou por 3 a 0 no jogo de volta.

Terceira final brasileira na história da Libertadores

Apesar de o Brasil ser um dos países com mais títulos conquistados na história do principal torneio de clubes da América do Sul, esta será apenas a terceira final envolvendo duas equipes nacionais na competição continental.

As duas vezes anteriores aconteceram com um time paulista enfrentando uma equipe do sul do país.

Em 2005, o São Paulo foi o finalista da competição ao encarar o Athletico Paranaense em jogos de ida e volta ficando com o troféu de tricampeão.

Já no ano seguinte, em 2006, novamente o São Paulo esteve na decisão. Porém, desta vez encarou o Internacional em duas partidas e ficou apenas com o vice-campeonato.

Leia ainda: Mercado da Bola: Dembelé assina com Atlético de Madrid; saiba mais

Comentários
Loading...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais

Política de privacidade e cookies