Top Stores

- Publicidade -

Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro

Confirmada para acontecer em março de 2021, edição feminina da Libertadores contará com três equipes brasileiras; confira quais são

Top Stories Carne para forno: quais temperos usar e como temperar uma peça inteira?

Após a mudança de calendários forçada pela pandemia, edição 2020 da Copa Libertadores feminina será disputada na Argentina entre 5 e 21 de março de 2021. Assim, 16 clubes da América do Sul se enfrentam para definir as campeãs continentais. Conheça as representantes brasileiras.

Leia mais: Quem foi único treinador brasileiro campeão da Libertadores nos últimos 7 anos

A Libertadores Feminina 2020

A competição continental contará com 16 equipes que se enfrentam em sede única, em solo argentino. Assim, se a Conmebol repetir o sistema que utilizou na edição de 2019, irá sortear as equipes em grupos.

O regulamento da competição deve colocar quatro grupos com quatro equipes na primeira fase. Dessa forma, dão seguimento às quartas de finais; e em seguida, semifinais e finais do torneio continental.

As adversárias das brasileiras na Libertadores Feminina

Além de três equipes brasileiras disputando esta edição da Libertadores feminina, teremos outras 13 delegações sul-americanas na disputa do título continental. São as seguintes:

Boca Juniors e River Plate, da Argentina 

Anfitriãs desta atípica edição de Libertadores, Boca Juniors e River Plate se classificaram para a disputa continental como campeãs e vice-campeãs do Torneio de Transición Femenino. Assim, as grandes rivais argentinas garantiram lugar na competição.

Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @bocajuniorsfemeninooficial
Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @bocajuniorsfemeninooficial

Deportivo Trópico, da Bolívia

As bolivianas do Deportivo Trópico venceram o Campeonato Boliviano Feminino de 2020 . Assim, garantiram uma vaga na disputa continental.

Santiago Morning e Universidad de Chile

As chilenas do Morning e de La U garantiram o direito de participar da Libertadores Feminina depois de duas distintas campanhas. Enquanto o Santiago Morning foi campeão chileno, a Universidad de Chile garantiu a vaga nos playoffs da Pré-Libertadores.

América de Cali e Independiente Santa Fé, da Colômbia

As colombianas são temidas e respeitadas no futebol feminino. Assim, as fortes equipes do América de Cali e do Santa Fé chegam para esta edição da competição da Conmebol depois de serem os primeiros colocados. As mulheres do Santa Fé foram campeãs, enquanto a equipe de Cali ficou com o vice.

El Nacional, Equador

As equatorianas do El Nacional garantiram o direito de participar do torneio depois de vencer a Superliga Feminina Equatoriana.

Libertad/Limpeño e Sol de América, do Paraguai

Dois clubes com dois departamentos de futebol distintos, Libertad e Deportivo Limpeño juntaram seus elencos para disputar esta temporada atípica no futebol feminino da América do Sul.

Com boas jogadoras, a equipe fundida conquistou o título paraguaio e se credenciou para a disputa da competição da Conmebol nesta edição. Já as meninas do Sol de América garantiram o vice-campeonato e a segunda vaga das paraguaias.

Universitario, do Peru

O Universitario é um tradicional clube peruano, e já participou de diversas edições da Libertadores masculina. Por outro lado, seu esquadrão feminino se mostrou talentoso em várias oportunidades e é o atual campeão da Copa Peru Feminina.

Peñarol, do Uruguai

A equipe uruguaia é velha conhecida do futebol sul-americano. Assim, sua equipe feminina não deve ser desprezada: as meninas do Peñarol chegam para esta disputa continental depois de se sagrarem campeãs uruguaias.

Atlético SC, da Venezuela

As venezuelanas da equipe do Atlético SC conquistaram o campeonato nacional na última temporada. Assim, garantiram o direito de disputar esta edição do torneio da Conmebol.

Veja também: Clubes brasileiros que mais chegaram à final da Libertadores

As equipes brasileiras na Libertadores Feminina

Corinthians

Atuais campeãs da Libertadores Feminina, as Timonas chegam na competição como favoritas ao bicampeonato. Assim, vale lembrar que o Corinthians feminino é o atual campeão brasileiro na série A1. Dessa forma, o destaque da equipe é Andressinha; com belas cobranças de falta.

Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @afeoficial
Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @afeoficial

Ferroviária

Apesar de não ter se saído tão bem em 2020, a Ferroviária chega nesta edição da Libertadores depois de ter vencido o Brasileirão Feminino A1 em 2019. Portanto, como a edição é de 2020, faz todo sentido as meninas da Ferroviária na disputa continental.

Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @avai.kindermann
Libertadores feminina: Conheça as representantes do futebol brasileiro. Imagem: Reprodução Instagram @avai.kindermann

Avaí/Kindermann

Outra fusão que deu certo na sobrevivência do futebol feminino, o Avaí/Kindermann é o vice-campeão brasileiro de 2020 na Série A1. Assim, com uma equipe veloz e muita desenvoltura em campo; as Avaianas Caçadoras só tombaram para as Timonas na final desta última temporada.

Você pode gostar: Invertida no Brasileirão: Feminino sobe para elite e Botafogo masculino é rebaixado

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...