Isoton pede que bancos estendam atendimento por mais duas horas em Nova Mutum

0
199
Câmara de Vereadores / Foto: Walber Almeida
Câmara de Vereadores / Foto: Walber Almeida

O vereador Osmar Isoton (CDN) apontou a a necessidade de intervir junto as agências bancárias para a ampliação do horário de atendimento ao público, bem como o aumento no quadro de funcionários visando agilizar o atendimento, diminuindo o tamanho das filas e o tempo de espera.

Na indicação n° 090/2020, o camarista observa o número grande de pessoas aglomeradas nas filas fora do bancos. E aponta que isso pode ser prejudicial à saúde pública, já que estamos vivendo uma pandemia, ocasionada pelo novo Coronavírus, agente causador da Covid-19.

“O objetivo é evitar aglomerações como as que têm sido vistas frequentemente e prevenir a proliferação do vírus. Trata-se de uma solicitação popular, a qual precisa de atenção especial por se tratar de medida de combate a esta pandemia”, explicou.

Coronavírus em Nova Mutum

De acordo com o boletim epidemiológico nº 77, emitido nesta segunda (06.07), pela Secretaria Municipal de Saúde de Nova Mutum, desde o início da pandemia até o momento foram confirmados 567 casos.

E destes pacientes, 405 já estão recuperados, 138 seguem em isolamento domiciliar, 10 hospitalizados e infelizmente, 14 vidas foram perdidas para o novo Coronavírus, no município.

Toque de recolher e outras medidas restritivas

Após diversas reuniões do comitê Municipal de Enfrentamento ao Vírus, Nova Mutum que está classificada como “Risco muito alto” de contágio, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), adotou algumas medidas.

Foi decretado toque de recolher, válido entre 21h e 5h, para toda a população, salvo atividades consideradas essenciais como farmácias, indústrias de alimentos e segurança. Além disso, também foram instaladas barreiras sanitárias, que servem como pontos orientativos e preventivos aos motoristas.

Porém, como a situação de calamidade já vinha aumentando visivelmente na cidade, o Ministério Público (MP), resolveu intervir, por meio de notificação recomendatória para os cidadãos mutuenses.

De acordo com o decreto nº 102, de 29 de junho de 2020, igrejas, conveniências e lanchonetes deverão ser fechadas. Parques e praças públicas continuam sendo vedadas ao uso, em qualquer horário do dia ou da noite. Além disso, medidas anteriores de prevenção como o uso de máscaras, higienização de mãos com álcool em gel e o distanciamento social, continuam valendo, por tempo indeterminado, ou até que sejam elaboradas novas recomendações.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here