Top Stores

- Publicidade -

Invertida no Brasileirão: feminino chegou à elite, mas Botafogo masculino luta para não cair

Enquanto o time feminino luta pelo título da segundona, o Botafogo masculino vai se despedindo da elite do Brasileirão; confira

Nos últimos instantes do calendário do futebol brasileiro de 2020, as divisões do Brasileirão masculino e feminino chegam à reta final. No entanto, há o curioso caso do Botafogo, que promoveu seu time feminino à elite, mas terá seu masculino rebaixado para a segundona em 2021.

Veja também: Galo mandou buscar: 5 brasileiros repatriados pelo Atlético-MG

Time Feminino na final do Brasileirão A2

Assim, a segunda divisão do Brasileirão feminino é chamada de A2 pelo regulamento da Confederação Brasileira de Futebol, a CBF. Dessa forma, o Brasileirão feminino A2 começou sua história de disputas em 2017.

O Brasileirão feminino Série A2 reúne 36 equipes de futebol feminino espalhadas pelo território nacional. Logo, a segunda divisão feminina nesta temporada reuniam um representante de cada estado e do DF; mais os rebaixados da Série A1 feminina. Além deles, mais cinco clubes são incluídos na disputa a partir do ranking da CBF.

Com um elenco limitado, mas criativo; as Gloriosas (apelido dado ao time feminino do Botafogo) iniciaram a disputa da série A2 do Brasileirão feminino a todo vapor. Com exibições convincentes e atuações esforçadas, as atletas conseguiram avançar ao longo da competição.

Assim, as Gloriosas chegaram à final da Série A2 do Brasileirão feminino, tendo que enfrentar a equipe da Associação Atlética Napoli, de Santa Catarina. Sendo um dos times tradicionais de futebol feminino de Santa Catarina, o Napoli chega para disputar o título contra as Gloriosas.

Em dois jogos, a final entre Botafogo e Napoli-SC teve seu primeiro capítulo na semana passada, quando as catarinenses venceram as Gloriosas por 2 a 1. No entanto, ainda há chances do Botafogo feminino reverter o quadro. Ainda assim, já estão asseguradas na elite do futebol feminino brasileiro em 2021.

Saiba mais: Quase rebaixado, Botafogo começa planejamento para 2021

Invertida no Brasileirão: feminino chegou à elite, mas Botafogo masculino luta para não cair. Imagem: Reprodução Instagram @botafogo
Invertida no Brasileirão: feminino chegou à elite, mas Botafogo masculino luta para não cair. Imagem: Reprodução Instagram @botafogo

Já o Botafogo masculino… vai de mal a pior no Brasileirão

Por outro lado, o Botafogo masculino faz uma das piores temporadas de sua história. Apesar de veteranos respeitados no mundo do futebol como Kalou e Honda, o Glorioso fez uma campanha pífia nesta temporada.

Assim, o Botafogo amarga a lanterna da primeira divisão do Brasileirão masculino. Ameaçado da queda, o Glorioso tenta reverter a situação há algumas rodadas, mas parece não ter mais forças para se reerguer.

Dessa forma, o Botafogo chega nesta reta final praticamente rebaixado para a segundona de 2021. Ou seja, mesmo vencendo todos os jogos que terá pela frente, o Botafogo precisa torcer por tropeços monumentais de seus adversários nesta reta final para evitar a degola.

Assim, o Glorioso se arrasta na vigésima posição da tabela com apenas 23 pontos somados em toda a temporada. Com um retrospecto de apenas quatro vitórias, onze e empates e 17 derrotas; o Botafogo vai selando o seu destino rumo à Série B.

Além de ser o pior mandante da temporada, vencendo apenas duas vezes em casa ao longo de todo o ano; o Botafogo terá difíceis confrontos pela frente nesta reta final de competição. Sendo assim, é praticamente impossível o Glorioso se salvar da queda nesta edição do Brasileirão.

Veja também: Botafogo tem o pior aproveitamento do segundo turno; confira

Comentários
Loading...