Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Há 10 anos, Ronaldo se despedia do futebol; relembre sua carreira

Anúncio oficial aconteceu em 14 de fevereiro de 2011, doze dias após a derrota do Corinthians diante do Tolima-COL

Defender as cores de sete dos maiores clubes do mundo não é para qualquer jogador profissional de futebol, mas Ronaldo Nazário, ou simplesmente Ronaldo Fenômeno, conseguiu.

Após ser revelado nas categorias de base do Cruzeiro, o carioca brilhou com as camisas de PSV-HOL, Barcelona-ESP, Internazionale-ITA, Real Madrid-ESP, Milan-ITA, Corinthians e, como não, Seleção Brasileira.

Há 10 anos, Ronaldo se despedia do futebol; relembre sua carreira. Foto: Claudio Villa/Getty Images
Há 10 anos, Ronaldo se despedia do futebol; relembre sua carreira. Foto: Claudio Villa/Getty Images

Veja mais: Jogadores Desvalorizados: Veja 4 Atletas Que Perderam Valor De Mercado Em 2021

Bicampeão do mundo com a Amarelinha nos anos de 1994 e 2002, Ronaldo é daqueles jogadores que puderam comprovar o poder do ressurgimento dentro das quatro linhas.

Após sofrer uma grave lesão no joelho quando ainda defendia as cores da Internazionale-ITA, o atacante resgatou forças e, pouco tempo depois, foi o maior nome do Brasil na Copa do Mundo de 2002.

Na finalíssima do torneio, aliás, foram seus os dois gols que selaram o quinto título nacional à Seleção Canarinho.

Antes disso, no entanto, Ronaldo viveu uma situação que ficaria marcada para sempre em sua carreira. Antes da final da Copa do Mundo de 1998, o atacante, à época com apenas 22 anos, teve uma convulsão no vestiário e não conseguiu entrar em campo para defender as cores de sua seleção.

Naquela oportunidade, a França, com dois gols de Zinedine Zidane e um de Petit, derrotou o Brasil em sua terra natal e venceu seu primeiro título de Copa do Mundo.

Ronaldo e Europa: a consolidação

Depois de ser revelado no Cruzeiro, Ronaldo defendeu as cores de PSV, Barcelona, Internazionale, Real Madrid e Milan. Nos dois primeiros, o atacante ficou conhecido por conta da explosão e do faro de gols apuradíssimo.

Na Inter, Ronaldo sofreu uma das piores lesões de sua carreira, mas mesmo assim desempenhou o futebol digno de um fenômeno. Com a camisa do Real Madrid, ele integrou o elenco que, à época, ficou popularmente conhecido como ‘galáctico’.

Leia mais: Ganância Ou Potencial? Confira As Habilidades De Claudinho E 3 Motivos Para Ele Estar Na Seleção

No Milan, já mais velho, mas não menos brilhante, Ronaldo jogou um menor número de partidas antes de se transferir ao Corinthians.

O impossível

Em 2008, ano em que o Timão acabava de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o então presidente do clube, Andrés Sanchez, teve a ideia de contratar Ronaldo, em um hotel em que eles dividiam estadia no Rio de Janeiro.

Naquela oportunidade, o marqueteiro Luis Paulo Rosenberg foi essencial para que a costura no contrato aproximasse o jogador do Parque São Jorge.

Ronaldo defendeu as cores do Timão entre 2009 e 2011 e, mais precisamente em 14 de fevereiro do último ano no clube, anunciou a todos sua despedida dos gramados.

Considerado um fenômeno por tudo o que fez dentro e fora de campo, Ronaldo, que sofreu com o excesso de peso nos últimos anos de sua carreira, pendurou as chuteiras aos 34 anos de idade.

Atualmente o ex-jogador atua como empresário no ramo esportivo. O que dizer desse craque do futebol?

Você não pode perder: Neymar, Messi E Cristiano Ronaldo Aos 29 Anos; Veja Números Dos Craques

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.