Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Filmador de calcinha: homem é preso em Belo Horizonte e surpreende muita gente

Quem deu voz de prisão foi um Guarda Municipal

Uma situação inusitada, mas não surpreendente, aconteceu em Belo Horizonte na manhã da sexta (15/01). Um homem, o filmador de calcinha, foi preso gravando as “intimidades” de uma mulher pela parte de baixo da sua saia.

Assim, confira mais: Abertura De Novas Empresas Em Santa Catarina Cresce 19% Em Meio A Pandemia

O índice dos crimes de importunação sexual é alto no Estado de Minas Gerais
A Guarda Municipal contou com a ajuda de populares para conter o homem – Foto: Canva Pro

Um taxista percebeu as ações maliciosas do filmador de calcinha e acionou a Guarda Municipal. Não demorou muito para que a equipe desse voz de prisão e detivesse o suspeito.

Taxista foi quem viu o que o filmador de calcinha estava fazendo

O homem preso tem 50 anos, tendo sua detenção feita com base no crime de importunação sexual. O ato aconteceu na região central da capital mineira. Segundo os agentes da Guarda Municipal, que foram acionados imediatamente, o flagra foi feito por um taxista.

A vítima estava dentro de um coletivo, juntamente com o homem, indo trabalhar. De acordo com informações, a filmagem aconteceu por debaixo da saia da mulher, em uma situação bem estranha.

O coletivo encontrava-se com poucos passageiros no momento. Entretanto, o filmador de calcinha sentou-se ao lado da vítima, contrariando até mesmo as recomendações de segurança da pandemia.

A Guarda Municipal contou com a ajuda de populares para conter o homem
A Guarda Municipal contou com a ajuda de populares para conter o homem – Foto: PBH

A mulher estranhou, mas não se incomodou a ponto de desconfiar do homem. O trajeto era de um município de Betim para Belo Horizonte, na linha 7540.

Até então, não havia nada de incomum. Foi quando ambos desceram no mesmo ponto no centro da capital. De imediato, um taxista avistou a cena e constatou que havia algo errado, pois o suspeito filmava partes íntimas da vítima.

Portanto, confira também: Ex-Flamengo, zagueiro é emprestado pelo Milan e busca destaque na Turquia

O taxista, dessa forma, acionou a Guarda Municipal. A equipe, por sorte, fazia um patrulhamento nas proximidades e deteve o filmador depois que ele tentou fugir.

Os agentes da Guarda tiveram a ajuda dos populares para prender o homem. As pessoas o cercaram, não deixando que ele corresse. Em meio a essa inusitada abordagem, o suspeito se feriu levemente, precisando de atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

O crime de importunação sexual tem números altos em Minas Gerais

Assim que todos os cuidados médicos foram feitos, levou-se o homem para uma Delegacia Especializada, onde a vítima já se encontrava. O local é próprio para investigar e resolver casos e crimes relacionados à mulher, tal como esse de importunação sexual.

No ano passado, em todo o Estado de Minas Gerais, a SEJUSP (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) registrou 2.037 casos de importunação sexual. Desse número, 216 foram apenas no mês de novembro. Só em Belo Horizonte registrou-se 296 casos como o do filmador de calcinha.

Ademais, veja também: 5 fatos inacreditáveis sobre o passado dos jogadores de futebol

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.