Top Stores

- Publicidade -

Estuprada pelo padrasto: criança de 10 anos faz aborto em Governador Valadares

Se não interrompesse a gravidez, a menina seria mãe de gêmeos

Top Stories Bolo simples de fubá: faça receita tradicional e saborosa em até 40 minutos

Uma criança foi estuprada pelo padrasto em Governador Valadares, Minas Gerais. A garota, de apenas 10 anos de idade, que estava grávida de gêmeos, realizou o aborto quarta (20/01).

Portanto, leia mais: Briga No Trânsito Terminou Em Morte Em Contagem E Dois Suspeitos São Indiciados

O aborto, então, é legalizado no Brasil em casos de estupro
O aborto, então, é legalizado no Brasil em casos de estupro – Foto: Canva Pro

Não se revelou o nome da menina para preservar sua identidade. Mas, segundo informações da Polícia Civil, responsável pelas investigações, ela era estuprada pelo padrasto desde os 6 anos.

Garota de 10 anos estuprada pelo padrasto interrompe a gravidez

O aborto foi legal, seguindo os processos cabíveis e com toda a assistência médica necessária. Internaram a criança ontem (20/01) à noite. O Hospital Municipal da cidade informou que não houve complicações no procedimento e que ela passa bem.

O suspeito do crime de estupro era companheiro da mãe, padrasto da garota. O homem fugiu quando confrontado pela ex-mulher, mãe da jovem, que também está grávida. Ela já tem dois filhos com o indivíduo.

Adeliana Xavier é a delegada da Polícia Civil que ficou encarregada pelo caso. Adeliana relatou que a investigação está apenas no começo.

O IML colheu provas materiais. Assim, será possível, o quanto antes, encaminhar para Belo Horizonte. Com os exames pertinentes, haverá a comprovação da autoria do estupro.

Conquanto, confira mais: Criança engasgou e foi parar no CTI em Montes Claros

Decretou-se a prisão provisória do homem nesta quarta (20/01), mas ele continua foragido. As buscas pelo investigado serão feitas quando a polícia estiver em posse do mandado a equipe.

Tão logo capturado, a polícia encaminhará o padrasto da menina para a delegacia a fim de prestar depoimento. A punição para casos de estupro de menor pode chegar a 30 anos de prisão, com agravantes.

A legislação brasileira autoriza os abortos apenas em três tipos de situações:

  • Caso a gravidez decorra do crime de estupro;
  • Caso a gravidez represente riscos de vida para a gestante;
  • Se houver anencefalia fetal (feto que se desenvolve sem o cérebro).

Entenda melhor o caso ocorrido em Governador Valadares

Abriu-se um inquérito na Polícia Civil semana passada. A intenção é investigar um caso de estupro de uma menina de apenas 10 anos, ocorrido em Governador Valadares.

A criança acabou engravidando de gêmeos após o ato cometido. Quem denunciou foi a mãe da garota. De cara, a mulher suspeitou da gravidez, percebendo que a filha estava com a menstruação atrasada.

Um exame foi feito para confirmar a gestação. Assim, a mãe tratou de questionar a criança, que contou os abusos sofridos. A menina alegou que o padrasto a estuprava desde que tinha 6 anos.

Ao confrontar o companheiro, a mulher não conseguiu contê-lo, pois o mesmo fugiu. Ademais, fez-se a denúncia na Delegacia Especializada da Mulher com base no depoimento da ex.

A mulher também está grávida do homem, que tem 26 anos, bem como ainda encontra-se foragido. A mãe da garota estuprada pelo padrasto tem mais dois filhos com o acusado.

Dessa forma, não deixe de ver: Reatou o relacionamento e matou a mulher em Belo Horizonte: condenação sai…

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...