Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Dupla Bavi corre risco de rebaixamento nas séries A e B

Tricolor de Aço e Leão vivem flertando com as zonas das degolas dos Brasileirões da primeira e segunda divisão

Assim como aconteceu nas temporadas de 2005 e 2014, a dupla Bavi corre sérios riscos de rebaixamento ao término desta temporada. Na Série A, o Bahia tem flertado constantemente com a zona da degola, que tem Coritiba e Botafogo como virtuais rebaixados à Série B de 2021. Já na segundona, o Vitória não tem desempenhado um bom papel.

Bahia e Vitória correm risco de rebaixamento nas séries A e B. Foto: Felipe Oliveira/ E.C. Bahia
Bahia e Vitória correm risco de rebaixamento nas séries A e B. Foto: Felipe Oliveira/ E.C. Bahia

Veja mais: Campeonato Brasileiro: Jogadores Sub-23 Que Estão Se Destacando Na Competição

Não à toa, o time, neste momento, amarga a 17ª colocação no certame. Estar na posição que inaugura a zona de rebaixamento para a Série C tem servido de alerta para que o clube não retorne a uma competição que tem muito menos divulgação, apoio da mídia e outras fontes de renda.

E os rivais da dupla Bavi?

No atual momento, o Bahia olha para a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e vê alguns times à sua frente imediata, como Fortaleza, Vasco, Sport e Red Bull Bragantino. Atrás, está o Goiás, que teve um primeiro tempo muito aquém das expectativas, além da dupla Coritiba e Botafogo.

Embora tradicionais, as equipes paranaense e carioca devem voltar a saborear o amargo gosto da Série B na próxima temporada.

Já o Tricolor de Aço, embora conte com alguns nomes de peso em seu elenco, como é o caso de Elias, Rossi, Anderson Martins e Rodriguinho, espera não ter de retornar à divisão de acesso à elite do futebol nacional ainda em 2021.

Por sua vez, o Vitória tem flertado com a queda à Série C com alguns clubes tradicionais, a exemplo de Náutico, Figueirense, Confiança e o próprio Cruzeiro, comandado por Felipão. Tratado como um dos favoritos ao acesso no início da temporada, o azul de Minas Gerais ainda corre riscos matemáticos de queda à Série C.

Em seu retrovisor, entretanto, o Vitória tem tentado lidar com as estacionadas de Paraná Clube e Botafogo de Ribeirão Preto, que vêm tendo uma temporada inconstante até essa altura da temporada.

Leia mais: 5 Fatos Inacreditáveis Sobre O Passado Dos Jogadores De Futebol

Queda de mãos dadas em 2014

Por mais que tivessem chegado à última rodada do Brasileirão de 2014 com chances reais e matemáticas de permanecerem na Série A do Brasileirão, Bahia e Vitória não conseguiram escapar do pior.

Em situação ainda mais dramática em relação a seu maior rival, o Bahia precisava vencer o Coritiba para alcançar seus objetivos. Resultado: 3 x 2 para o Coxa e nova queda à Série B.

Já o Vitória protagonizou uma rodada ainda mais inusitada. Se vencesse o Santos de Thiago Ribeiro e companhia, e visse o Palmeiras empatar a partida diante do Athletico-PR, a permanência aconteceria. Dentro de campo, porém, o que se viu foi um pouco diferente disso.

O Palmeiras até empatou diante do Furacão, mas, em Salvador, o Santos derrotou o rubro-negro pelo placar de 1 a 0. Fim de temporada: dupla Bavi na Série B do Brasileirão de 2015.

Conheça: Atacante Brasileiro Deixa O Chelsea Após 9 Anos De Clube E Apenas 3 Jogos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.