Lilian Calixto/ Foto do Facebook
Lilian Calixto/ Foto do Facebook

O médico Denis César Furtado mais conhecido como ‘Doutor Bumbum‘ e sua mãe Maria de Fátima foram presos ontem (19) no final da tarde. Eles são acusados pela morte da bancária Lilian Calixto por erro no procedimento estético.

A Polícia do Rio foi em busca do médico que fugiu após receber as denuncias, oferecendo até o valor de R$ 1.000 para quem o denunciasse.

As acusações que o fez ser fugitivo da Polícia 

A bancária Cuiabana Lilian Calixto morreu após ter feito cirurgia com Dr Denis César Furtado, (Dr. Bumbum). Ela havia se deslocado da Capital de Mato-Grosso e ido ao Rio de Janeiro, porém sem sucesso no procedimento estético para aumentar os glúteos de Lilian vai a óbito.

Logo após o médico ser acusado por Homicídio qualificado e associação criminosa fugiu, o qual fez com que a Policia do Rio de Janeiro procurasse até por anúncio de ‘procurados’.

Uma denuncia anônima levou a prisão do médico

Com o valor de R$ 1.000 para quem denunciar a localidade do médico o que não demorou muito para encontrar o médico que fugiu. Uma denúncia anônima auxiliou a polícia do Rio de Janeiro na prisão do Doutor Bumbum.

Doutor Bumbum é preso após a morte da cuiabana Lilian Calixto
Lilian Calixto/ Foto do Facebook

Doutor Bumbum pode pegar até 36 anos de prisão

Dr César e sua mãe Maria de Fátima poderão pegar até 36 anos de prisão. Um dos principais e fundamentais processos que levou também o médico a ser preso foi o local, que era impróprio para o processo de cirurgias.

Ela já havia sido exortado por uma entidade médica por causa dos seus procedimentos errôneos e a sua capacidade de efetuar os seus trabalhos.

O que fazer antes de querer fazer uma cirurgia plástica

Importante saber que quem vai se submeter a esse procedimento deverá conferir no site da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plástica e veja se eu médico de fato é cirurgião plástico.

Colabore, deixe seu comentário logo abaixo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here