Top Stores

- Publicidade -

Três cidades mais afetadas pela chuva forte em SC completam 1 mês ainda com aspecto de destruição

Presidente Getúlio foi a cidade mais destruída pelas fortes chuvas de dezembro

Top Stories Bolo simples de fubá: faça receita tradicional e saborosa em até 40 minutos

No mês de dezembro de 2020, ao menos, três cidades foram afetadas pela chuva forte em SC. Assim, elas tiveram grande prejuízo por conta das enxurradas intensas e fortes. Hoje,18.01, esses municípios completam um mês com algumas destruições perceptíveis, tais como lamas e entulhos.

Leia mais: Primeiro Lote Da Vacina Contra Covid-19 Em SC Já Está Em Florianópolis Nesta Segunda-Feira (18.01)

Três cidades mais afetadas pela chuva forte em SC completam 1 mês ainda com aspecto de destruição
Local mais atingido pela destruição, Presidente Getúlio Foto: Portal SCC

Dessa maneira, as três cidades mais destruídas pelos temporais foram: Presidente Getúlio, a qual recebeu bastante ajuda de outras cidades por tantos estragos que sofreu. Depois, Ibirama com 235 famílias desabrigadas e, por fim, Rio do Sul que teve alguns bairros atingidos pelas correntezas.

Presidente Getúlio, uma das cidades mais prejudicadas pela chuva forte em SC

O município de Presidente Getúlio, a 222 km da capital catarinense, foi o mais destruído pela chuva forte em SC. Assim, os estragos ocorreram após uma enxurrada intensa afetando ruas, residências, hospitais, escolas, carros etc.

De acordo com o prefeito, Nelson Virtuoso, a reconstrução total da cidade irá demorar mais de um ano. E, após um mês do evento, ele afirmou que 90% da limpeza em via pública foram finalizadas.

Com esse temporal de chuva forte em SC, a cidade registrou 18 mortes. Logo, se vê que o prejuízo, além das vidas perdidas, está com uma estimativa de R$ 50 milhões de dinheiro para a sua recuperação.

Ibirama, um estrago que causou morte e famílias sem teto

Já na cidade de Ibirama, o estrago da chuva ocasionou uma morte e destruição de 235 casas. E cerca ainda de 50 pessoas não possuem um teto para morar.

Também a chuva forte em SC teve um prejuízo grande com R$ 32 milhões de custos para recuperar toda a cidade. Segundo a prefeitura, os serviços não param e está sendo feito muitos trabalhos de revitalização dos espaços públicos e retirada de entulhos.

Para o prefeito, Adriano Poffo, a cidade ficará revitalizada em mais ou menos 6 meses de muito trabalho. E os recursos disponíveis está a mais de 10 milhões enviados pelo governo federal.

Rio do Sul, muitos danos pela alta correnteza

Em alguns bairros, como Valada São Paulo, é notória como a enxurrada destruiu boa parte dos locais. Então, devido a impetuosa correnteza, oito casas foram destruídas e mais de 35 locais tiveram danos parciais.

E não apenas está com danos materiais, mas morreram duas pessoas devido a serem arrastadas pelas águas. Hoje, conforme informação da prefeitura, 17 pontes já estão em perfeito estado entre as 22 existentes.

Além disso, várias ruas já estão refeitas e revitalizadas. No entanto, algumas precisam de uma maior intervenção de empreiteiras pelo profundo estrago causado pelos escombros.

Segundo a prefeitura, a cidade Rio do Sul teve recursos emergenciais de R$ 3,4 milhões de dinheiro repassado pela Secretaria Nacional de Defesa Civil. E contará com ele também para desobstruir redes de drenagem e pavimentar as ruas.

Como lido, a chuva forte em SC atingiu três cidades que ainda se encontram um pouco destruídas. Mas que já conseguiu se reerguer de forma lenta e a esperança é voltar ainda melhor como antes.

Também leia: Transporte Público Em Blumenau Terá Horário Reduzido Nos Fins De Semana

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...