- Publicidade -

5 fatos sobre Gignac, carrasco do Palmeiras no Mundial

Ídolo na França e no México: Saiba cinco fatos importantes sobre o carrasco do Palmeiras na semifinal do mundial, o atacante francês Gignac

Depois da derrota do Palmeiras na semifinal do Mundial de Clubes da FIFA, um nome se tornou o carrasco do Verdão paulistano, amargando na boca de muitos torcedores palestrinos. Saiba cinco fatos sobre Gignac, o carrasco do Palmeiras no torneio.

Veja também: Gabriel Menino completa uma no no profissional do Palmeiras; veja trajetória

No início da carreira, Gignac foi descoberto por Christian Gourcuff

O jovem André Pierre Gignac começou sua carreira jogando pelo modesto Fos-sur-Mer, nas ligas regionais francesas. No entanto, o olhar do veterano Christian Gourcuff descobriu o jovem atacante com excelente presença na área. Dessa forma, levou o atleta para o time principal do FC Martigues, cidade natal do craque.

Portanto, a partir de 2004 o atacante começa sua trajetória de sucesso no futebol francês, descoberto por um dos grandes ex-jogadores e técnicos do país. Dessa maneira, Gignac começou sua escalada no mundo do futebol.

Gignac foi ídolo no Toulouse e no Olympique de Marselha

Com o desenvolvimento do craque, outros grandes e tradicionais clubes franceses começaram a observar o desempenho do avançado. Assim, Gignac assinou com o Toulouse em 2007.

No time francês, o atacante marcou gols importantes e conseguiu uma importante marca: foi o artilheiro do século XXI na liga francesa; sendo superado apenas em 2014 por Ben Yedder.

Já atuando pelo Olympique de Marselha, o avançado fez parte de uma geração que conquistou importantes títulos para os marselheses. Dessa forma, Gignac foi bicampeão da Copa da Liga francesa, em 2010-11 e 2011-12.

O craque da seleção francesa

O francês que joga no futebol mexicano já defendeu o manto da sua seleção nacional. Assim, Gignac atendeu ao chamado do treinador Raymond Domenech e defende o selecionado da França desde sua primeira convocação, em 2009.

Embora não seja chamado há algum tempo para defender os Bleus; Gignac construiu uma história dentro da seleção, participando das eliminatórias de 2009 e de 2013. Além das qualificações, garantiu presença na Copa do Mundo de 2010 e na Eurocopa de 2016.

Veja também: Ídolo da seleção inglesa, Wayne Ronney se aposenta do futebol e vira técnico

5 fatos sobre Gignac, carrasco do Palmeiras no Mundial. Imagem: Reprodução Instagram @10apg
5 fatos sobre Gignac, carrasco do Palmeiras no Mundial. Imagem: Reprodução Instagram @10apg

Um francês ídolo no futebol mexicano

Em meados de 2015, o atacante francês assinou com o Tigres UANL, clube do futebol mexicano. Dessa forma, Gignac se transferiu para o tradicional time, onde logo se tornou ídolo.

Marcando gols fundamentais para as campanhas vitoriosas no México, Gignac conquistou o tricampeonato do Torneio Apertura (2015-2017) e da Copa dos Campeões Mexicanos (2016-2018), da liga mexicana. Além destes troféus, o francês ergueu o troféu da Liga dos Campeões da Concacaf.

Com Gignac, o Tigres chega a decisão inédita

O craque francês no futebol mexicano conseguiu quebrar tabus com o gol da vitória marcado na semifinal do Mundial de Clubes FIFA 2020. Assim, o placar de 1 a 0 garantido pelo gol de Gignac levou um clube mexicano para a final da competição pela primeira vez na história.

Além disso, a decisão se torna inédita de outras maneiras: sendo um clube mexicano; o Tigres se torna também o primeiro representante da Confederação de Futebol das Américas do Norte, Central e Caribe (Concacaf) numa final de Mundial de Clubes.

Leia mais: Ídolo do Inter, D’Alessandro assina com time uruguaio; confira

Comentários
Loading...