Top Stores

- Publicidade -

Veja 5 casos recentes de racismo no futebol europeu

Apesar das campanhas desenvolvidas pela Fifa e UEFA, casos de racismo são cada vez mais presentes no futebol europeu; veja lista recente

Nesta semana dois craques protagonizaram um episódio de racismo no futebol Europeu. O fato aconteceu no derby de Milão, em que Ibrahimovic do Milan ofendeu Lukaku, da Internazionale. Infelizmente, este não é um caso isolado; e trazemos mais alguns listados aqui.

Veja também: Dentinho e Pablo de volta? Veja novidades do Mercado da Bola

Taison e Dentinho – Shaktar Donetsk, 2019

O primeiro caso de racismo da lista envolveu dois ídolos brasileiros que atualmente jogam no futebol ucraniano. Trata-se do ex-Inter Taison e o ex-Corinthians Dentinho, que sofreram injúrias raciais durante um clássico do Campeonato Nacional.

Assim, o duelo ucraniano entre Shakhtar Donetsk e Dínamo Kiev protagonizou o triste episódio onde a torcida do Dínamo ofendeu os atletas do Shakhtar. Revoltado com a situação, Taison revidou chutando a bola e fazendo gestos obscenos para a torcida adversária.

Logo, o árbitro expulsou o brasileiro de campo. Além do cartão vermelho recebido, a justiça desportiva ucraniana suspendeu Taison por mais um jogo após o episódio; invertendo completamente a situação, onde penalizou a vítima das ofensas.

Veja 5 casos recentes de racismo no futebol europeu. Imagem: Carl Recine / Reuters
Veja 5 casos recentes de racismo no futebol europeu. Imagem: Carl Recine / Reuters

Bulgária x Inglaterra – Eliminatórias da Eurocopa, 2019

Outro episódio lamentável que ocorreu recentemente envolveu a torcida da Bulgária foi durante o duelo da seleção contra o English Team pelas eliminatórias da Eurocopa. Assim, os torcedores búlgaros ostentaram faixas e camisas com dizeres fascistas.

Embora a partida tenha sido paralisada em dois momentos, o jogo foi conduzido pela arbitragem até o fim. O juiz registrou  o fato na súmula e encaminhou para as medidas cabíveis à UEFA.

Dalbert – Fiorentina, 2019

Outro ato de racismo envolvendo um jogador brasileiro como vítima, Dalbert estava em campo defendendo a Fiorentina num jogo do Campeonato Italiano quando ouviu gritos e xingamentos por parte da torcida da Atalanta.

Seguindo o protocolo da UEFA para as situações, o jogo foi paralisado e os envolvidos identificados; e a partida teve seguimento, acabando também em tempo normal. Após o apito final, o juiz registrou o ocorrido na súmula e enviou à federação italiana.

Balotelli – Brescia, 2019

O atacante italiano Mario Balotelli foi vítima de racismo em jogo pelo Campeonato Italiano. Defendendo a equipe do Brescia contra o Hellas Verona, o atleta ouviu sons imitando macacos vindo da torcida adversária.

Veja 5 casos recentes de racismo no futebol europeu. Imagem: Reprodução Instagram @brescia_calcio
Veja 5 casos recentes de racismo no futebol europeu. Imagem: Reprodução Instagram @brescia_calcio

Assim, Balotelli chutou a bola na arquibancada e ameaçou deixar o campo. Após ser contido e convencido por seus colegas, o atacante voltou a jogar e finalizou a partida. Portanto, mais um episódio anotado na súmula após o apito final.

PSG x Basaksehir – Champions League, 2020

Desta vez o caso foi ainda mais bizarro: a própria arbitragem proferiu as ofensas racistas. Assim, o fato ocorreu durante o confronto entre Paris Saint Germain e Istanbul Basaksehir pela Champions League.

Dessa forma, o quarto árbitro, o romeno Sebastian Coltescu; ofendeu o camaronês Pierre Webo, membro da comissão técnica do time da Turquia.

Dessa forma; diante da situação, os atletas de ambas as equipes se retiraram de campo. E, de forma histórica, o ato acabou forçando o adiamento do jogo.

Dias depois, o duelo reiniciou a partir dos 13 minutos do primeiro tempo. Além de retomar a partida de onde parou; o quarto árbitro foi trocado; e a UEFA tomou as providências sobre o caso.

Rate this post

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News.
Comentários
Loading...