Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Vírus de computador é usado para golpe em clientes de bancos como Santander, Itaú e Banco do Brasil


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Um vírus de computador que cria páginas falsas de bancos como o Itaú, Banco do Brasil e Santander está causando prejuízos a diversos clientes. A informação foi passada recentemente pela empresa de segurança digital Avast. Conheça como o golpe funciona e as dicas para se proteger.

Vírus de computador é usado para golpe em clientes de bancos como Santander, Itaú e Banco do Brasil
Vírus de computador é usado para golpe em clientes de bancos como Santander, Itaú e Banco do Brasil

Entenda como o vírus age simulando o sistema de bancos como Itaú, Santander e Banco do Brasil

Os clientes do Banco do Brasil, Santander e Itaú , após terem seus telefones celulares infectados, recebem um alerta indicando que há um problema com suas contas bancárias.

Em seguida, é solicitado que entrem em suas contas, digitando login e senha para resolver o problema.

O vírus, então, imita as páginas dos bancos, e após as pessoas digitarem seus dados de acesso, as informações são roubadas, concretizando o golpe.

Além disso, de acordo com a Avast, o vírus é capaz de coletar registros de chamada, números de telefone, mensagens de texto e consegue até tirar fotos usando a câmera do celular que foi infectado por ele.

Como se proteger do vírus que ataca os clientes dos bancos?

A empresa de segurança recomenda que as pessoas instalem um aplicativo de antivírus seguro (é possível pesquisar boas opções nas lojas oficias de aplicativos, como Google Play e App Store).

Também é importante, antes de inserir qualquer informação, como login e senha, analisar se as páginas dos bancos são verdadeiras.

Portanto um bom teste é digitar o nome do banco no site do Google. Certamente, a página oficial aparecerá em primeiro lugar na pesquisa.

Além disso, especialistas dizem que, por segurança, os usuários devem evitar fazer downloads em lojas de aplicativo, que não são oficiais.

Leia ainda: Golpes como do FGTS e outros se alastram pela internet; saiba como se proteger

Dicas para evitar golpes virtuais

No Brasil, a cada 16 segundos, uma pessoa é vítima de uma tentativa de golpe virtual, segundo um estudo divulgado pela Serasa Experian.

Confira algumas dicas para você se proteger e fugir dos tipos de golpes mais comuns:

E-mails falsos de bancos ou órgãos públicos

Geralmente os e-mails são falsos. Muito dificilmente, um banco irá pedir para você passar informações sigilosas por esse canal.

Aplicativos que oferecem todo tipo de facilidade

Com o crescimento e evolução dos Smartfones, se tornou muito comum aplicativos oferecerem muitas facilidades.

Desse modo, todo cuidado é pouco, pois geralmente são maliciosos e irão roubar seus dados pessoais.

Mensagem de negativação de nome

Provavelmente muitas pessoas já receberam esse tipo de mensagem. A informação no conteúdo é de que seu que seu nome irá ser negativado. Assim pedem pra entrar em contato com uma central de renegociação.

Geralmente estão em posse de informações sobre o nome da pessoa. Então, informam alguma dívida antiga, de algum banco, que está em aberto e que ela não lembre.

A pessoa acaba sendo induzida ao erro, e, por sua vez, acaba pagando por uma dívida inexistente.

Leia ainda: Saiba como limpar o nome no SPC e Serasa por causa do cheque especial

Portanto é sempre importante ficar de olho. Pois o acesso à internet também trouxe armadilhas de todos os tipos.

E você? Já caiu em algum golpe na rede? Deixe o seu relato.

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!