Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Clientes do Nubank e de outras fintechs terão acesso à Rede 24 horas com menor custo para saques


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Os usuários da NuConta desfrutam da possibilidade de fazer saques na função débito. Para isso, hoje é necessário recorrer a um dos terminais de autoatendimento da Rede 24 Horas. Contudo são cobrados R$6,50 por cada saque efetuado. Entretanto, a Tecban, responsável pela Rede em questão, está elaborando um sistema para simplificar o acesso do clientes do Nubank e  das outras fintechs aos caixas eletrônicos, diminuindo o custo dos saques. Confira.

Saiba mais:Nubank lança novo recurso para pagamento de boletos.

De que forma a Rede 24 Horas facilitará o acesso ao saque da Nubank e outras fintechs?

nubank-nuconta-saque-débito
Clientes do Nubank e de outras fintechs terão acesso à Rede 24 horas facilitada

De acordo com Tiago Aguiar, que atua no setor de novas plataformas da Tecban, em entrevista para o Estadão, esse novo esquema de funcionamento possibilitará que o Nubank e outras fintechs construam ‘hubs’.

Saiba mais:Nubank altera data de fatura para ajudar enfermeira de plantão e manda mimo.

Antes de mais nada explicamos que um hub é apenas um plugue para conexão direta à rede, permitindo oferecer serviços para várias redes, diminuindo os custos da operação com cartão de débito.

Em outras palavras, essa nova ferramenta irá ajudar na efetivação dos saques que deverão ficar mais baratos.

Atualmente 40 instituições financeiras, incluindo os grandes bancos, como Banco do Brasil, Itaú e outros, possuem essa conexão direta com o sistema da Tecban.

Entretanto, outras empresas, como o Nubank, por exemplo, acessam o sistema por meio da Cirrus, que faz parte da Mastercard.

Por essa razão, essas empresas acabam pagando R$6,50 por cada saque com cartão de débito, o que é um valor muito mais elevado que os bancos tradicionais.

O Nubank cobra dos seus clientes essa tarifa de R$6,50, ou seja, repassa esse custo.

Os altos custos das operações na Rede 24 Horas e as reclamações das fintechs

Há muito tempo, os bancos menores e as fintechs têm reclamado bastante ao Banco Central a respeito do custo muito elevado pela utilização do Banco 24 Horas.

Com efeito, esse custo elevado atrapalha muito o acesso à infraestrutura do mercado financeiro por parte dos clientes.

Ainda que o uso de canais digitais esteja sendo cada vez maior, seja para efetuar pagamentos ou realizar transferências, muitas pessoas ainda preferem o uso do dinheiro em espécie para fazer transações financeiras.

Além disso, muitos pagamentos, sobretudo abaixo de R$100,00 são feitos apenas com dinheiro.

Dessa maneira, as fintechs reclamam muito que os custos elevados dos saques atrapalha também na conquista de clientes de baixa renda, ou daqueles que moram longe de centros urbanos.

Viabilizando saques mais baratos

Esse novo sistema deverá começar a vigorar até o fim deste ano em todos os caixas eletrônicos da Rede 24 Horas.

Portanto as  fintechs como o Nubank e outras poderão baratear os custos dos saques para os seus clientes.

Saiba mais:Empréstimo Nubank x empréstimo Inter:qual a melhor opção?

Até lá, a Tecban tem procurado desenvolver produtos como o saque digital, que permite acessar os terminais utilizando  apenas um QR Code (tecnologia de aproximação).

 

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!