Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Quer se tornar um MEI? Entenda como funciona o imposto DAS


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Muitos empreendedores que se formalizam, se tornando um microempreendedor individual (MEI), não fazem a menor ideia das implicações dessa responsabilidade ou, ainda, dos direitos e deveres que adquirem. Um deles é o pagamento do imposto, chamado DAS MEI. Entenda.

Quer se tornar um MEI? Entenda como funciona o imposto DAS
Quer se tornar um MEI? Entenda como funciona o imposto DAS

5 fatos sobre o DAS MEI que talvez você ainda não saiba

Antes de se formalizar, é preciso que o empreendedor observe algumas regras importantes. Uma das principais obrigações que o empreendedor deve cumprir é pagar o imposto mensal, o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Esse valor atualmente gira em torno de R$ 50,00, mas pode variar de acordo com a atividade do CNPJ.

Contudo, existem alguns detalhes sobre o DAS MEI que o microempreendedor individual precisa estar ciente. Confira:

Veja ainda: MEI: 5 etapas fundamentais para abrir um negócio de sucesso

1 – O pagamento é obrigatório, mesmo que você não esteja usando seu CNPJ MEI

O imposto mensal DAS MEI deve ser pago a partir do momento da abertura do CNPJ MEI.

Isso significa dizer que, ainda que o empreendedor não esteja em plena atividade em seu negócio o pagamento continua sendo obrigatório, independente de ter emitido nota.

Um detalhe importante e que precisa ser levado em consideração pelo empreendedor é que, caso ele não faça os pagamentos e nem encerre as atividades, a dívida poderá ser encaminhada para o CPF do titular. Ele, então, ficará negativado nos órgãos de proteção ao crédito.

2 – Detalhes sobre os valores do imposto DAS MEI

O imposto pago pelo microempreendedor contém as seguintes contribuições:

  • INSS: também conhecida como contribuição da previdência para obtenção dos benefícios.
  • ISS: Imposto Sobre Serviços, um tributo municipal que corresponde sempre a R$ 5,00.
  • E/ ou ICMS: Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (Comércio), de competência estadual, que corresponde a R$ 1,00.

3 – Formas de pagar o DAS MEI

O pagamento do boleto referente ao imposto pode ser feito de 3 maneiras:

  • Boleto para impressão: também é possível gerar o pdf do seu boleto,
  • Aplicativo MEI Fácil: onde você pode enviar por e-mail e imprimir para pagamento em banco, lotéricas ou caixas eletrônicos
  • Débito automático: nesse caso, o pagamento deve ser cadastrado na conta corrente do titular e feito diretamente pelo Portal do Simples Nacional.

4 – O que acontece se você pagar duas vezes o mesmo boleto?

Caso o empreendedor faça o pagamento duplicado, poderá solicitar a devolução da tarifa. A saber, tudo pode ser feito por meio do aplicativo Pedido Eletrônico de Restituição.

Depois de pedir o valor de volta, não é necessário ir à Receita Federal, uma vez que os valores serão ressarcidos por meio da restituição do imposto de renda.

5 – A data de vencimento do DAS não muda

Quando o empreendedor faz a inscrição e se torna um MEI ele tem acesso à data de pagamento do DAS. No entanto, essa data não poderá ser alterada posteriormente.

Leia também: Oportunidade de negócio para MEI: trabalhar com produtos orgânicos está em alta


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!