Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Financiamento mais barato: Cooperativas de crédito passam a financiar imóveis e carros


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

12 de dezembro – As cooperativas de crédito agora podem oferecer financiamento imobiliário, conforme as novas regras do Banco Central. De acordo com o governo, o intuito é fazer com que o consumidor tenha uma maior variedade de opções, quando for comprar um imóvel.

Com as taxas menores, quando comparado com os bancos tradicionais, a aquisição de um imóvel pode sair mais barata, isso porque os juros das cooperativas são de 20% a 40% mais baixos que a média praticada no mercado financeiro.

Contudo, a diferença do financiamento não deve ser tão distante na questão dos imóveis, pois em geral, as taxas praticadas já são as mais baixas.

Veja também:

Financiamento: Cooperativas de crédito passam a financiar imóveis
Financiamento: Cooperativas de crédito passam a financiar imóveis

O que são Cooperativas de Créditos?

As cooperativas de crédito nada mais são que instituições financeiras formadas pela associação de pessoas para a prestação de serviços financeiros, como empréstimos pessoais e financiamentos para negócios, exclusivamente para os associados.

Atualmente, no Brasil, há 933 cooperativas nesta modalidade. Ao todo são quatro grupos:

  • 892 cooperativas individuais;
  • mais 34 cooperativas centrais (de maior porte);
  • cinco confederações;
  • e mais dois bancos cooperados.

Juntas, essas instituições somam 11,3 milhões de cooperados, sendo 9,8 milhões de pessoas físicas.

Associado já pode obter um financiamento de automóvel

De acordo com Kedson Macedo, presidente da Confederação Brasileira das Cooperativas de Crédito (Confebras), as cooperativas de crédito também já podem atuar no financiamento carros.

“O setor já estava preparado para oferecer esse produto. Seja em termos de capital, seja em termos de processos”, disse.

As cooperativas, de acordo com a presidência da Confebras já estão habituadas a receberem financiamento a longo prazo, que é o caso do crédito para aquisição de casas e apartamentos, pois possuem profissionais qualificados e sistemas adaptados.

BC também autoriza cooperativas a terem poupança

O Banco Central também autorizou que as cooperativas também ofereçam cadernetas de poupança.

O objetivo é que haja mais dinheiro para o financiamento imobiliário, o que anteriormente não era permitido.

Além disso, os recursos destinados para essas contas terão garantias semelhantes à cobertura ofertada pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC) dos bancos, mas nesse caso terá outro nome: Fundo Garantidor do Cooperativismo.

O FGC banca até R$ 250 mil em caso de falência.

Cooperativas cobram juros mais baratos

Similarmente aos bancos, as cooperativas também cobram taxas de juros e tarifas pelo serviço. Porém, esses custos são menores.

Isso porque essas instituições não visam o lucro como principal objetivo, mas sim atender às necessidades dos associados.

Em média, as taxas de juros cobradas por essas cooperativas são de 20% a 40% menores, quando comparadas com as dos bancos.

No crédito imobiliário a diferença pode ser menor, pois essas modalidades estão entre as mais baixas dos bancos, entre 7,3% e 8,5%.

Entretanto, o mercado ainda não tem nenhuma previsão de quanto serão as taxas para o financiamento de imóveis pela cooperativa.

Veja ainda:

Empréstimo para autônomo pode ter juros menores e os serviços online facilitam o processo


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comentários
Loading...