Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Criptomoeda do Telegram: a Gram está agitando o criptomercado; confira


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Mais uma criptomoeda promete agitar o mercado, é a Gram. Lançada pela Telegram, empresa de serviços de mensagens instantâneas, essa criptomoeda é bastante aguardada pelos investidores. A empresa já realizou duas vendas da Gram para investidores particulares, porém, já anunciou a primeira venda pública. Confira.

Criptomoeda do Telegram: conheça a Gram que está agitando o criptomercado
Criptomoeda do Telegram: conheça a Gram que está agitando o criptomercado

Primeira venda pública da criptomoeda será no dia 10 de julho

Na semana passada, a exchange japonesa de criptomoedas, a Liquid, anunciou a primeira venda pública para a próxima quarta-feira, 10 de julho.

De acordo com o blog oficial da empresa, cada criptomoeda Gram será vendida por US$ 4,00, mas a previsão de alguns analistas é de que a Gram chegue ao mercado sendo cotada entre cerca de US$ 2 a US$ 8.

Os mais de 180 milhões de usuários do Telegram poderão ter uma carteira virtual, que armazena tanto moeda tradicional quanto a criptomoeda própria do aplicativo.

A venda da Gram vai começar no dia 10 de julho, às 5 horas (horário de Brasília). A Liquid também vai realizar o sorteio de 500 mil Gram em 10 prêmios, com o grande ganhador levando 100.000 Gram.

Reserva de moedas será de 200 milhões de Grams

A reserva de moedas será de 200 milhões de Grams. Deste total, 4% serão mantidos com a equipe de desenvolvimento do Telegram por quatro anos.

Pelo menos 52% dos Grams serão retidos para proteger a criptomoeda contra especulação e manter a flexibilidade.

Contudo, os outros 44% serão vendidos, e a estimativa é de arrecadar até US$ 500 milhões dos primeiros investidores.

Leia ainda:Maior fintech da Europa chega ao Brasil e promete fazer frente ao Nubank e Banco Inter

A Gram é um investimento confiável?

Como muitos sabem, o investimento em criptomoedas é considerado de risco, pelas grandes variações de valorização em um curto espaço de tempo.

Portanto, especialistas recomendam estudar muito antes de comprar e vender e nunca investir mais que 5% do patrimônio em criptomoedas.

Entretanto, outro risco envolvido é o de comprar moedas sem lastro ou ainda de cair em pirâmides financeiras.

Antes do lançamento da Gram, um anúncio foi realizado sobre uma possível pré-venda da criptomoeda no mercado, e a moeda digital conseguiu captar cerca de US$ 1,7 bilhão, em duas rodadas de investimentos.

Na última rodada, que aconteceu em março de 2018, ela conseguiu arrecadar US$ 850 milhões.

Sendo assim, é prudente estudar bastante o mercado, procurando informações de analistas especializados e confiáveis.

O objetivo, portanto, é poder traçar um plano de investimento adequado ao perfil.

Agindo dessa forma, certamente, as chances de encontrar boas oportunidades de retorno e conseguir uma adequada gestão de riscos aumentam.

Leia ainda:Emprego: descubra os 5 melhores sites gratuitos para encontrar oportunidades

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!