Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

SPC e Serasa: cuidados essenciais para evitar problemas com o CPF


O Diário Prime News não tem vínculo com nenhum banco ou instituição financeira. O objetivo do nosso blog é oferecer aos nossos leitores informações úteis, de qualidade e verídicas. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

CPF no SPC e Serasa ? Certamente não há absolutamente uma única pessoa que queira ficar com o seu nome sujo. Além disso, manchar a reputação financeira, de certa forma, impede na prática de se desfrutar de uma enorme variedade de produtos e serviços. Dessa forma, evitar ficar com o nome sujo no SPC e Serasa  é uma das decisões mais inteligentes a se tomar. Na sequência algumas dicas preciosas.

Como evitar ficar com o CPF sujo no SPC e Serasa?

CPF sujo no SPC e Serasa
Como evitar ficar com o CPF sujo no SPC e Serasa?
Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos como TV Online , Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, Forex, em primeira mão.

Ninguém fica com o nome negativado no SPC e Serasa por que quer. Pelo menos é assim com a maior parte das pessoas. A esmagadora maioria acaba ficando endividada, por uma falta ou falha no planejamento financeiro.

Outras tantas por conta de um imprevisto, como a demissão de um emprego, por exemplo.

Independentemente do motivo, tão importante quanto limpar o nome, caso ele fique negativado, é tomar as medidas necessárias para evitar ao máximo que ele vá parar no SPC e Serasa.

Abaixo estão algumas dicas para evitar ficar com o nome negativado no SPC e Serasa.

Saiba mais:Negativado no SPC e Serasa por empresa que foi a falência; e agora?

  • Faça um bom planejamento financeiro

Antes de tudo, planejar de forma correta sua vida financeira é uma das decisões mais importantes nesse assunto. Antes de fazer qualquer gasto, vale a pena avaliar e analisar a questão.

Além disso, planejar com cuidado as despesas em geral, incluindo os gastos fixos e eventuais, pode evitar muitas dores de cabeça e que você fique no vermelho.

É interessante delimitar um teto máximo de valores que podem ser gastos com cada tipo de despesa.

Por exemplo: 100 reais por mês de energia elétrica, 70 de conta de água, 700 de aluguel, 300 com transporte e 400 com compras da casa (incluso comida e limpeza).

Essa delimitação mais precisa ajuda a manter tudo nos eixos.

  • Viver de acordo com a remuneração recebida

Pode parecer uma dica óbvia, mas uma das atitudes mais comuns e que leva muitas pessoas ao endividamento, é justamente gastar mais do que se ganha.

Se um indivíduo recebe um salário de 1500 por mês, sua vida financeira deve se encaixar neste padrão.

Em caso de ser necessário comprar uma roupa ou um celular novo, por exemplo, deve-se fazer os cálculos para saber se, de fato, esse valor não comprometerá as despesas.

  • Prestar atenção das datas de vencimento das contas

Por vezes uma pessoa até possui dinheiro o suficiente na conta, porém tem um certo descuido com as datas.

Por esquecimento ou carência de planejamento, muita gente acaba atrasando o pagamento das contas e, portanto, entrando no SPC e Serasa.

É necessário, então, ter um controle rígido dessas datas. Inclusive, para ter uma boa imagem no mercado.

Caso as datas de recebimento de salário e afins sofra uma alteração, vale a pena dialogar com as empresas que fornecem os serviços/produtos e alterar as datas.

No caso das contas cujas datas não podem ser modificadas, uma boa dica é sempre reservar o dinheiro com antecedência.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações