Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Saiba mais sobre o que acontece após 5 anos de CPF negativado no SPC/Serasa/SCPC


O Diário Prime News não tem vínculo com nenhum banco ou instituição financeira. O objetivo do nosso blog é oferecer aos nossos leitores informações úteis, de qualidade e verídicas. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

SPC/Serasa/SCPC – O Código de Defesa do Consumidor prevê um tempo máximo para cobrança de dívidas com bancos, como as de cartão de crédito e empréstimos não pagos, por exemplo. O prazo máximo permitido que o CPF pode ficar negativado no SPC, Serasa e SCPC (Boa Vista) é de 5 anos. Entretanto, após esse tempo, o que de fato ocorre? Entenda.

Por quanto tempo o nome pode ficar sujo no SPC/Serasa/SCPC?

O que acontece após 5 anos de nome negativado no SPC e Serasa? Entenda. Foto: Márcio Fernandes/Agência Estado

Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos como TV Online , Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, em primeira mão.

O que acontece após 5 anos de nome negativado no SPC, Serasa e SCPC (Boa Vista)? Entenda. Foto: Márcio Fernandes/Agência EstadoQuando o nome está inscrito no SPC/Serasa/SCPC (Boa Vista), o CPF ficará irregular até o devedor quitar a dívida. Desse modo, assim que a dívida for paga, o nome volta a ficar limpo em até cinco dias úteis.

Entretanto, quem não paga o débito no prazo máximo de 5 anos após ser negativado, também ficará com o nome limpo. Deixando, assim, de constar nos órgãos de proteção ao crédito.

Contudo, ter o nome limpo após esse período, não elimina a dívida. E a empresa credora, por sua vez, poderá continuar as cobranças.

Veja também: 

Não paguei a dívida e limpei o nome. Posso ser incluído novamente no SPC/Serasa?

O nome, de fato, volta a ficar limpo mesmo sem pagar a dívida no período dos 5 anos estipulados por lei. Porém, existem outras consequências legais, que podem interferir na vida financeira do devedor.

Vale salientar, que o credor tem o prazo de 5 anos contados do vencimento de cobrar a dívida na Justiça ou protestá-la em cartório.

Durante esse tempo, os juros seguem correndo. Já o banco, por sua vez, continua podendo cobrar o devedor pelo resto da vida.

Indicado para você

Veja também: 

Se o credor não entrar com ação judicial durante esse período (5 anos), a única cobrança que pode ser feita é extrajudicial. Como as que são feitas através de cartas e ligações com propostas de renegociação. O consumidor, por sua vez, pode alegar que a dívida expirou e que não irá pagar.

No entanto, vale lembrar que, tomando essa medida de não pagar o débito, o histórico do consumidor sempre ficará marcado. A pontuação do score poderá permanecer baixa e as dificuldades de conseguir crédito no mercado aumentarão consideravelmente.

Todavia, o nome não volta a ficar sujo por conta dessa dívida. Ele é retirado, portanto, dos órgãos de proteção ao crédito.

Como o CPF é incluído no SPC/Serasa/SCPC?

Quando o consumidor deixa de pagar uma conta e não renegocia o débito, o CPF vai para lista dos órgãos de proteção ao crédito, como SPC/Serasa/SCPC (Boa Vista).

Entre as principais causas para a negativação estão o não pagamento de empréstimos, fatura de cartão de crédito e cheques sem fundo.

Durante o período de atraso de pagamento, a empresa credora pode entrar em contato para renegociação da dívida. Antes mesmo de enviar o CPF para esses órgãos.

Caso a situação não seja regularizada, o consumidor é comunicado via carta sobre a negativação do seu nome no SPC/Serasa.

Veja também: 

Geralmente, o devedor tem o prazo de 10 dias para resolver a situação, a contar da data de recebimento da carta.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações
Comentários
Loading...