Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Nome limpo no SPC e Serasa em até 2 dias: novo projeto de lei pretende ajudar consumidor; saiba mais


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

SPC/Serasa – Na maioria dos casos, pessoas com restrição no CPF estão sempre à procura de soluções, para voltarem a ter o nome limpo. Afinal, como não é novidade, a condição gera uma série de implicações negativadas na vida do consumidor. Desse modo bancos, financeiras, empresas especializadas e até os órgãos de proteção ao crédito realizam constantemente mutirões ou fomentam momentos específicos para esse tipo de negociação.

Nesse sentido, visando facilitar a vida do consumidor, há um projeto de lei em tramitação que ajudaria negativados no SPC/Serasa a limpar o nome em até 2 dias.

Saiba mais: Requisitos básicos para obter crédito ao tirar o nome do SPC e Serasa

O projeto de lei que pretende ajudar consumidores a limpar o nome no SPC/Serasa em até 2 dias

Nome limpo em até 2 dias: novo projeto de lei pretende ajudar consumidor; saiba mais
Nome limpo em até 2 dias: novo projeto de lei pretende ajudar consumidor; saiba mais

O projeto de lei de nº 608/2019, cujo autor é o deputado Delegado Lorenzo Pazolini (sem partido), tem como intuito fazer com que os devedores tenham seus CPF’s retirados do SPC/Serasa no prazo de 48 horas. Isso, claro, depois da devida confirmação do pagamento.

Saiba mais:Renda extra:conheça opções que podem ajudar a limpar o nome no SPC e Serasa.

Segundo o autor do projeto, a ideia é fornecer um apoio mais sólido e forte para os consumidores. Afinal, segundo ele, os órgãos de proteção ao crédito são muito vagarosos ao tratarem da temática.

Atualmente, levam até 5 dias úteis para que o nome o nome do consumidor seja retirado do cadastro negativo.

Caso o projeto de lei seja aprovado, existirá ainda, portanto, a possibilidade da cobrança de uma multa de até 3 mil VRTEs (Valores de Referência do Tesouro Estadual) para o descumprimento.

Em outras palavras, os órgãos de proteção ao crédito que descumprirem a regra, poderiam arcar com uma multa de até 10,2 mil reais.

E no caso das empresas?

No que se refere às lojas e empresas de modo geral, elas teriam um prazo de até 24 horas para informarem a respeito da realização de um suposto pagamento.

Caso não cumpram a norma, estariam sujeitas a multa de 15% referente ao valor do débito.

O cliente, por sua vez, que foi prejudicado e não teve o CPF retirado do SPC e Serasa no prazo estabelecido, receberia o valor como indenização.

A tramitação do projeto de lei

O referido projeto de lei 608/2019, que visa a retirada no nome do consumidor do SPC/Serasa em até 48 horas, espera parecer da Comissão de Justiça, da Defesa do Consumidor e Finanças.

Saiba mais:Negativação indevida no SPC e Serasa pode gerar indenização.

Ademais, em caso de aprovação e sanção, entrará em vigor após 60 dias de sua publicação.

Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!