Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

Cartão de crédito consignado: saiba quando vale a pena fazer um


O Diário Prime News não tem vínculo com nenhum banco ou instituição financeira. O objetivo do nosso blog é oferecer aos nossos leitores informações úteis, de qualidade e verídicas. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Um cartão de crédito pode ser muito útil para quem precisa de dinheiro extra. Seja para pagar uma despesa emergencial, como uma despesa médica, por exemplo, fazer uma pequena reforma ou até mesmo custear despesas com educação dos filhos . A grande questão reside no custo desse crédito; ou seja, os juros que são cobrados. E é aqui, nesse ponto, que trataremos do cartão de crédito consignado.

Leia também: Empresa que veio da Suécia auxilia na obtenção de empréstimo, inclusive para negativados no SPC/Serasa

Cartão de Crédito Consignado vale a pena fazer um?
Cartão de Crédito Consignado, vale a pena fazer um?
Siga o Diário Prime no Google News. Receba de graça os melhores conteúdos como TV Online , Loterias, Futebol ao Vivo, Finanças, Forex, em primeira mão.

Cartão de crédito consignado: juros baixos para quem pode garantir maior segurança

Empréstimos se utilizando do cartão de crédito convencional, geralmente vem atrelado de juros altos, muitas vezes passando dos 200% ao ano.

Não é difícil contrair uma dívida exorbitante no cartão, ficar negativado e, desse modo, comprometer seriamente a saúde financeira.

Leia também: Financiamento de moto: conheça três linhas que facilitam as coisas

Os juros são altos, em virtude do elevado risco que as instituições financeiras correm; já que é um empréstimo sem nenhum tipo de garantia.

Quanto maior for o risco, maior será o juros. Regra básica da economia financeira.

E é aí que surge a opção do cartão de crédito consignado. Ele oferece uma espécie de garantia, pois o pagamento das parcelas é atrelado ao recebimento do salário do proprietário do cartão.

Portanto por existir uma maior previsibilidade quanto ao pagamento do empréstimo solicitado, as condições são bem mais vantajosas, que a média praticada no mercado.

Principais vantagens do Cartão de Crédito Consignado

Juros menores

Ao contrário dos cartões de crédito tradicionais, o consignado tem suas faturas descontadas na folha de pagamento. Esse valor não pode ultrapassar a 5% do rendimento líquido mensal do contratante.

A taxa de juros do consignado gira em torno de 3% ao mês, enquanto os juros dos cartões comuns podem chegar a 15% ao mês.

Cartão de crédito liberado para negativados

Como o risco, tanto para quem contrata um cartão, quanto para o banco que oferece o crédito é grande, empréstimos para negativados são bem restritos.

Contudo, isso já não ocorre com o cartão de crédito consignado.

Aposentados, pensionistas ou servidores públicos negativados conseguem contratar o cartão, sem qualquer burocracia; já que não há consulta ao SPC ou SERASA.

Possibilita um gestão financeira pessoal mais eficiente

O valor mínimo é descontado da folha de pagamento, todos os meses.

Embora o risco pareça ser o mesmo, o cartão consignado permite ter uma previsibilidade e gestão melhor dos gastos.

Consequentemente, isso permite uma melhor organização financeira.

Leia ainda:Consiga emprego rápido! Seguindo 4 passos de especialistas

Principais desvantagens do Cartão

Não é possível adiar o pagamento do desconto no contracheque

No dia do vencimento da fatura, o valor limite de 5% será descontada automaticamente do contracheque ou benefício INSS.

Então, para quem tem dificuldade em fazer uma boa gestão financeira pessoal, isso pode ser um complicador; já que não poderá contar com exceções e empurrar o compromisso de pagamento para outra data.

Só pode ser adquirido uma vez

Leia também: Rendimentos do PIS/Pasep serão pagos este mês; veja se tem direito

As operações de crédito consignado, o que inclui o cartão, leva em consideração a margam consignável.

Essa margem é o valor máximo que uma pessoa pode comprometer da sua renda, para, assim, pagar um empréstimo.

Embora a margem seja de 35%, 30% é para pagamento de parcelas do empréstimo consignado e 5% é, exclusivamente, para o limite de crédito no cartão.

Portanto aposentados, pensionistas e servidores públicos só podem contratar um cartão consignado por vez.

Então, vale mesmo a pena obter um cartão de crédito consignado?

A resposta depende, exclusivamente, da necessidade da pessoa. É preciso levar em conta se o uso é de fato necessário.

Analisando do ponto de vista da boa gestão financeira, orientada pelos principais especialistas, só se deve buscar um empréstimo no caso de uma real necessidade, um objetivo válido.

Se houver a possibilidade de comprar o bem, produto ou serviço à vista, tudo bem. Mas não sendo assim, escolha sempre pela melhor opção de crédito.

Assim, o cartão de crédito consignado é uma opção válida para empréstimo, por se tratar de uma operação de juros baixos, acessível e de fácil liberação (para os trabalhadores de instituições credenciadas).

Leia ainda:Pioneira no empréstimo online oferece chance para negativados no SPC e Serasa

Deixe seu comentário em: Cartão de crédito consignado, quando vale a pena fazer um?


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Últimas Publicações