Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

3 dicas vitais para o trabalhador MEI limpar o nome e cuidar da saúde financeira de seu negócio


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Saber organizar-se e encontrar alternativas para tocar o negócio, são atitudes necessárias para aquele que é um  trabalhador microempreendedor individual (MEI) . No entanto, obter respostas para negociar dívidas, organizar as contas e manter o nome limpo, pode não ser uma tarefa muito simples para muitos.

Assim, para esses trabalhadores que são microempreendedores individuais, e que precisam sair do sufoco, listamos três dicas vitais de como encontrar as soluções ideais, para melhorar a vida financeira do seu negócio.

Dicas para o trabalhador MEI cuidar da saúde financeira de seu negócio
Dicas para o trabalhador MEI cuidar da saúde financeira de seu negócio

1 – Cuidado com o esquecimento

Sabe aquela conta que você perdeu o prazo e acabou pagando com juros? Essa pequena distração tem sido uma das principais causas de endividamento de vários microempreendedores.

É muito comum que o trabalhador MEI acabe atrasando ou esquecendo do pagamento do DAS. Isso pode ser um problema na hora de organizar a vida financeira do seu negócio.

Portanto, é preciso melhorar o controle de suas finanças, para evitar que esse erro aconteça e possa finalmente lucrar com os seus serviços.

O que não faltam hoje em dia são aplicativos gratuitos, que podem ajudar o trabalhador MEI nessa organização. O aplicativo “Meu Negócio em Dia” , por exemplo, pode ser uma ótima opção.

 

2 – Conheça o seu orçamento e organize os seus gastos

A sua empresa está operando no vermelho e você decide que precisa tomar uma atitude, que contribua na melhora da situação financeira. Antes de qualquer decisão é importante que o MEI faça uma lista com todos os gastos.

O mapeamento das contas te ajudará a identificar o “Calcanhar de Aquiles” das suas finanças. Aqui, a regra é conhecer todas as despesas: gastos com cartões, empréstimos e contas a serem quitadas.

Monte também listas com informações do que pode ser economizado, outra de itens para serem vendidos, e até mesmo uma relação com formas de se obter renda extra.

Com todas essas informações em mãos, não esqueça de colocar todas as despesas em uma planilha. Analise as contas e faça uma balanço de tudo o que prejudicou a vida financeira da sua MEI. Esse arquivo te ajudará no controle do orçamento mensal.

O próprio aplicativo (Meu Negócio em Dia) sugerido mais acima, pode ajudar o trabalhador MEI nessa etapa.

Links que vão interessar também:

3 – Negocie dívidas

Para que todo planejamento tenha um resultado positivo é importante que exista o comprometimento do microempreendedor.

Por esse motivo, conhecer o orçamento mensal e o quanto se pode gastar é fundamental para que os erros não se repitam.

Pagou Fácil, por exemplo, é uma plataforma que te ajuda a encontrar as melhores alternativas de pagamentos. Além de negociar às dívidas, ela te ajudará a encontrar as melhores formas de limpar o seu nome.

Lembre-se também de guardar uma parte do orçamento para os imprevistos. Evite que se forme uma nova bola de neve de contas. Com um dinheiro reservado fica mais difícil você ser pego desprevenido.


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!