Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Veja se tem direito ao PIS/Pasep na Caixa e Banco do Brasil e como sacar o abono


O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

O abono salarial do PIS/Pasep é um benefício que funciona como um 14º salário a quem ganha até um salário mínimo, portanto, um direito que ajuda muito na complementação de renda de boa parte dos brasileiros. Estar por dentro dos seus direitos e também saber como proceder para sacar o benefício é essencial a todo trabalhador. Entenda mais sobre o abono do PIS/Pasep.

Veja se tem direito ao PIS/Pasep na Caixa e Banco do Brasil e como sacar o abono
Veja se tem direito ao PIS/Pasep na Caixa e Banco do Brasil e como sacar o abono

O que é o abono salarial do PIS/Pasep?

PIS é a sigla para Programa de Integração Social. Pasep é a sigla para Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

Empresas e órgãos públicos depositam contribuições em um fundo ligado aos seus empregados, o fundo do PIS/Pasep.

O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago na Caixa Econômica Federal.

Já o Pasep é pago para servidores públicos, por meio do Banco do Brasil.

O abono salarial do PIS/Pasep é um pagamento anual que vai de R$ 84 a R$ 998 (salário mínimo em 2019), de acordo com o tempo de trabalho no ano de referência, que nesse momento é o ano de 2018.

Valor do abono salarial que o trabalhador pode receber esse ano

Portanto, com base na tabela, o valor máximo pago é de até um salário mínimo e varia de acordo com o tempo que a pessoa esteve empregada.

Se ela trabalhou o ano todo, recebe um salário mínimo. Se trabalhou só um mês, por exemplo, ganha 1/12 do mínimo (o que significa R$ 84,00, arredondando).

Leia ainda:PIS/Pasep: dinheiro da cota do fundo pode ser uma grata surpresa

Quem tem direito ao abono salarial?

Para ter direito, o trabalhador precisa:

  • Estar cadastrado no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;
  • Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Além disso, caso haja dúvidas, é possível fazer a consulta das seguintes maneiras:

PIS (trabalhador de empresa privada):

  • Pelo Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • ou ainda, pelo site da caixa (www.caixa.gov.br/PIS), em seguida clique em “Consultar pagamento”.
  • Também é possível pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207

Pasep (servidor público):

Através dos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas) ou ainda pelo 0800 729 0001 (demais cidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

Confira o calendário de pagamentos do PIS/Pasep

Calendário 2019/2020

PIS – Caixa Econômica Federal

Pasep – Banco do Brasil

O resgate do PIS/PASEP é um direito de todo trabalhador.

Portanto, para receber esse abono, deve-se ficar muito atento aos prazos e ao calendário de pagamento do benefício pela Caixa Econômica Federal.

Contudo, caso o trabalhador não faça o saque do abono durante o período determinado, pode perder definitivamente o direito.

Assim, todo o valor que não é repassado aos cadastrados é destinado ao Fundo de Apoio ao Trabalhador (FAT).

Leia ainda:PIS/Pasep: quem não sacar o abono perderá o direito ao benefício


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!