Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Novo Projeto quer reduzir a conta de luz em até 70% para muitas famílias; confira


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

Dia 14 de dezembro – O Projeto de Lei 2428/19 aumenta o desconto para as famílias beneficiadas com a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE). Com efeito, a redução na conta de luz pode atingir até 70% do valor para aqueles que se enquadram no programa da Tarifa Social.

Saiba mais:Cadastro Único é a forma para de se ter acesso à renda do Aluguel Social 2019.

Como é o projeto de lei que prevê aumento do desconto na conta de luz para beneficiários da Tarifa Social?

tarifa-social-desconto-conta-luz
Novo Projeto quer reduzir a conta de luz em até 70% para muitas famílias; confira

A princípio, o projeto de lei que prevê aumento do desconto na conta de luz para beneficiários da Tarifa Social ainda está sendo analisada na Câmara dos Deputados.

A propósito, o autor do projeto é o senador Roberto Rocha (PSB-MA). Segundo ele, o intuito é propiciar uma conta mais barata para famílias de baixa renda e elevar a quantidade de famílias beneficiadas.

Saiba mais:Novo pagamento do Bolsa Família: atenção às datas deste mês de novembro para receber o benefício.

A TSEE é válida para as famílias que estejam devidamente inscritas no CadÚnico do governo federal e para aqueles que usufruem do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Além disso, o projeto prevê um desconto máximo de 70% para aqueles beneficiários que consomem até 50 kWh/mês.

Por outro lado, para quem gasta entre 51 e 150 kWh/mês, o desconto será de 50%.

Ademais quem gasta entre 151 e 250 kWh/mês, esse desconto cai para 20%. E não há desconto para quem gasta mais de 250 kWh/mês.

Como funcionam os descontos atuais da Tarifa Social?

Agora, a lei atual prevê descontos e limites de consumo menores do que os intencionados no projeto.

De fato, ela estabelece 65% para consumo até 30 kWh/mês, 40% para consumo entre 31 e 100 kWh/mês e 10% de desconto caso o consumo fique entre 101 e 220 kWh/mês. Atualmente, não há descontos para quem gasta mais de 220 kWh/mês.

Quem arcará com os descontos na aprovação do projeto

Portanto caso o novo projeto de lei sobre a Tarifa Social seja aprovado, os descontos serão custeados pela Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que possui orçamento para 2019 de mais de 20 bilhões de reais.

Saiba mais:Minha Casa, Minha Vida: Senado aprova retomada de juros menores para moradias de pessoas de baixa renda.

Entre as metas, a CDE fornece subsídio e descontos tarifários para inúmeros usuários, como famílias de baixa renda, para fins de irrigação e aos consumidores da área rural.

 


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!

Comentários
Loading...