Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

Governo cria Conselho Diretor do Fundo PIS/Pasep. Saiba como vai funcionar


Não perca nenhum conteúdo de nosso Blog. Clique no botão abaixo e fique atualizado!

O Diário Prime News é um blog independente, que não tem vínculo ou associação com nenhum banco, instituição financeira ou órgãos de proteção ao crédito, tais como SPC, Serasa, Boa Vista etc. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

O Governo Federal acaba de instituir um Conselho Diretor que será responsável pelo Fundo PIS/Pasep. O decreto de número 9.978 foi publicado no Diário Oficial da União no último dia 21 de agosto e, portanto, já está em vigor.

O conselho diretor é o órgão colegiado que vai gerir o fundo contábil de natureza financeira criado em 1975 – o que chamamos de PIS/Pasep.

O conselho será formado por integrantes do Ministério da Economia e participantes do PIS e do Pasep, sob a coordenação do Tesouro Nacional.

Governo cria Conselho Diretor do Fundo PIS/Pasep. Saiba como vai funcionar
Governo cria Conselho Diretor do Fundo PIS/Pasep. Saiba como vai funcionar

Quais as funções desse Conselho Diretor?

Entre as principais funções, o colegiado será responsável por calcular a atualização monetária dos saldos das contas dos participantes e a incidência de juros.

Além disso, a equipe vai autorizar a liberação de crédito de recursos para os trabalhadores, como o abono salarial anual. Certamente a liberação seguirá o calendário com os períodos estabelecidos.

Também ficará a cargo do conselho a aprovação do fundo, as demonstrações financeiras e os balanços das operações.

Sendo assim, o conselho poderá solicitar ao Banco do Brasil (no caso do Pasep), à Caixa Econômica Federal (no caso do PIS) e ao BNDES as informações sobre as aplicações realizadas e os recursos repassados.

Por fim, a equipe vai autorizar o processamento das solicitações de saque e seus pagamentos, assim como fixar as tarifas de remuneração da Caixa Econômica e do Banco do Brasil.

Leia ainda: Saiba como consultar o PIS/Pasep pela internet

Benefícios que serão geridos pelo Conselho Diretor do PIS/Pasep

É importante lembrar que o órgão vai gerenciar os dois benefícios oferecidos pelo Fundo PIS/Pasep: as cotas de rendimento e o abono salarial anual.

As cotas estão disponíveis apenas para os brasileiros que trabalharam com a carteira assinada entre 1971 até 1988. Esse fundo é pago somente uma vez, ou seja, quando retirado o dinheiro, o saldo é zerado.

Já o abono salarial é uma espécie de décimo quarto salário que é pago ao trabalhador anualmente. O benefício é para as pessoas que receberam até dois salários mínimos por mês, e trabalharam de carteira assinada por, pelo menos, 30 dias no ano anterior.

O abono equivale ao valor máximo de um salário mínimo e pode ser sacado conforme o calendário anual determina. Geralmente, varia conforme o mês de nascimento do trabalhador.

Composição do Conselho

Cinco pessoas do Ministério da Economia foram selecionadas para compor o Conselho Diretor do Fundo PIS/Pasep. Dentre essas, a coordenação do grupo ficará com o representante da Secretaria do Tesouro Nacional da Secretaria Especial da Fazenda.

O órgão também contará com um dos integrantes do PIS e um dos integrantes do Pasep, totalizando 7 pessoas. Os nomes ainda não foram indicados, mas devem ser escalados em até 30 dias.

Para tomar as decisões, o colegiado se reunirá 4 vezes por ano em caráter ordinário. Também há a possibilidade de encontros em caráter extraordinário sempre que houver uma convocação do coordenador.

Veja também: PIS/Pasep: veja o quanto você pode receber agora em 2019


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!