Publisher Theme
Art is not a luxury, but a necessity.

- Publicidade -

FGTS: dinheiro do fundo pode ajudar negativados

Confira opções onde é mais vantajoso optar pelo saque-aniversário e como usar o dinheiro para quitar dívidas.


O Diário Prime News não tem vínculo com nenhum banco ou instituição financeira. O objetivo do nosso blog é oferecer aos nossos leitores informações úteis, de qualidade e verídicas. Em caso de dúvidas fineza fazer contato pelo e-mail [email protected]. Se preferir pode fazer uma pergunta à nossa redação clicando aqui!

O saque do FGTS limitado a R$ 500 reais este ano, e o saque-aniversário que vai vigorar em 2020, podem ser muito úteis aos trabalhadores endividados e que estejam negativados nos órgãos de proteção ao credito, como o SPC/Serasa. O calendário de saques do FGTS sairá em agosto.

FGTS: Dinheiro do fundo pode ajudar negativados
FGTS: Dinheiro do fundo pode ajudar negativados

A limitação do saque do FGTS é para não prejudicar o objetivo principal do fundo

O objetivo principal do FGTS é trazer segurança ao trabalhador em situações emergenciais, como demissão, e também auxiliar na aquisição da casa própria.

A possibilidade de ser realizado um saque maior do fundo poderia ocasionar um redirecionamento dos recursos para outras aplicações mais rentáveis, ao invés de ser usado para o consumo ou até mesmo a quitação de pequenas dívidas.

Endividamento da população

Até abril deste ano, cerca de 41% da população adulta, 62,6 milhões de brasileiros, estavam no vermelho, com seus nomes em órgãos como SPC e Serasa.

A maior parte dos atrasos se concentra em contas de água e luz.

Vale lembrar que apenas metade desta população têm carteira assinada. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de maio, 32,1 milhões de brasileiros têm carteira assinada.

Qual a orientação para se negociar dívidas com o dinheiro do FGTS?

De acordo com alguns educadores financeiros, seguir algumas estratégias podem ajudar na quitação de débitos, confira:

  • Mesmo com a quantia de R$ 500, a primeira opção deve ser quitar dívidas. Ou seja, procurar negociar o total devido e tentar saldar de uma vez o débito.
  • Devem ser priorizadas as dívidas com os maiores juros.
  • Priorizar as dívidas que possam ser quitadas de uma única vez, portanto, com o valor dos R$ 500,00.
  • Em caso de parcelamentos, se for possível antecipar o pagamento e assim obter desconto, então, essa estratégia é válida.

Leia ainda:Fintech permite renegociar dívidas e tirar nome do SPC e Serasa; saiba mais

Alternativas estratégicas para uso do FGTS

O recurso do FGTS também pode ser mais bem aplicado em outras situações; confira:

Trabalhador desempregado

O ideal é compor um fundo de emergência para ajudar na sobrevivência, contudo, caso a pessoa tenha o auxílio de alguém para se manter, usar o dinheiro em cursos de qualificação pode ser uma boa opção.

Para quem tem pouco dinheiro no Fundo

Para quem não tem um valor alto no FGTS ou acabou de entrar no mercado de trabalho, a retirada anual, saque aniversário, pode ser vantajosa.

Já que a alíquota para fazer o saque é maior, é preferível retirar o dinheiro e fazer aplicações mais rentáveis.

O FGTS rende apenas 3% ao ano.

Quem não deve optar pelo saque aniversário

Há também os trabalhadores que estão empregados há muito tempo e que possuem um saldo superior a R$ 20 mil, no Fundo de Garantia.

Aqui o que vale é o custo de oportunidade, já que se o trabalhador vier a ser demitido, se optar pelo saque-aniversário, ele não poderá retirar o total do saldo de sua conta.

Além disso, caso ocorra um arrependimento, o trabalhador terá dois anos para voltar ao modelo saque-rescisão.

Leia ainda:Cartão de Crédito Dotz ajuda a pagar as contas do cliente; saiba mais


Para obter mais conteúdos siga o Diário Prime no Google News. Quer se avisado de graça sobre os melhores conteúdos em primeira mão? Receba Nossas Notificações Aqui!